Recuperação de pacientes do Abelardo Santos será concluída no hospital de campanha do Hangar

Iniciativa visa a retomada dos atendimentos de outras especialidades, que ocorriam antes da pandemia

08/07/2020 12h46 - Atualizada em 08/07/2020 19h44
Por Carol Menezes (SECOM)

Começa nesta quarta-feira (8), o processo de transferência dos cerca de 120 pacientes com sintomas ou diagnóstico positivo para Covid-19, que estão internados e em recuperação no Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), em Icoaraci, distrito de Belém, para o hospital de campanha do Hangar.

O remanejamento deve ser concluído em até uma semana, e corresponde à primeira etapa da retomada do perfil original do complexo hospitalar, que nos últimos dois meses atendeu exclusivamente pacientes da Região Metropolitana com suspeita ou confirmação do novo coronavírus.

O atendimento no Abelardo Santos só será normalizado quando todos pacientes estiverem transferidos, ou seja, somente a partir da próxima semana. 

A informação foi anunciada pelo secretário adjunto de Gestão de Políticas de Saúde do Estado do Pará, Sipriano Ferraz, em vídeo divulgado nas redes sociais do governo do Pará. "A notícia é positiva: estamos virando a chave das unidades, e a partir de amanhã (quarta - dia 8) esvaziaremos o Abelardo Santos para voltar a atender as multiespecialidades que já eram atendidas antes no local", confirmou, lembrando que desde a semana passada outras unidades referenciadas durante a pandemia, como a Policlínica Metropolitana, a Santa Casa do Pará, além do Hospital Público Estadual Galileu e do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), ambos em Ananindeua, também iniciaram a retomada de suas atividades.

No momento em que o número de internações está em queda na RMB, o início do processo de retomada dos atendimentos vem contemplar a outras demandas da população que tiveram de ser suspensas por causa da crise imposta pela pandemia.

Ainda de acordo com Sipriano Ferraz, essa movimentação é uma consequência positiva das estratégias adotadas pelo Estado no combate ao coronavírus na RMB. Na mensagem, ele lembra que, no entanto, é preciso ainda contar com apoio da população para que esse cenário não mude. "Temos progresso, mas não podemos descansar, então, se puder, fica em casa", reforçou. 

O secretário adjunto também informou que, se durante o processo de retomada gradual da rotina for constatada uma segunda onda de contaminações, será ativado um novo hospital de campanha dentro do Centro de Convenções Centenário da Assembleia de Deus, no bairro Castanheira, na Av. Augusto Montenegro.

Hospital Abelardo Santos - Com 28 mil metros quadrados de área construída, o maior hospital público do Pará foi entregue à população paraense no dia 19 de setembro de 2019. Conta com 229 leitos clínicos e 117 de terapia intensiva.

O atendimento é de portas abertas para urgência e emergência em obstetrícia, atendendo grávidas de baixo, médio e alto risco gestacional. Também oferece assistência de urgência e emergência em Pediatria, Clínica Cirúrgica e Clínica Médica, referenciadas por outros serviços de saúde (Prontos-Socorros e Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs).