Hospital Galileu promove caravana solidária de doação de sangue

07/07/2020 22h04 - Atualizada em 07/07/2020 22h30
Por Rafaela Palmieri (HPEG)

Funcionários do Hospital Público Estadual Galileu participaram, na última segunda-feira (6), de uma caravana solidária de doação de sangue até a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa). Com o objetivo de arrecadar bolsas de sangue para a unidade, os profissionais fazem mensalmente o ato de solidariedade.

O Hospital Galileu recebe mensalmente, do Hemopa, estoque de bolsas de sangue, que auxiliam, de acordo com a necessidade, na transfusão de sangue dos pacientes internados. “O Galileu vem intensificando as ações relacionadas à doação de sangue. Mensalmente, fazemos a caravana no intuito de manter abastecido nosso estoque de sangue”, diz a enfermeira responsável pela Agência Transfusional do hospital, Kérina Quaresma.

O assistente administrativo Marcos Costa foi um dos funcionários que participaram da caravana. Para ele, que é doador de sangue há três anos, ajudar o próximo pela doação é gratificante e necessário. “O ato é importante, já que, com uma bolsa de sangue, podemos ajudar até quatro pessoas. No que depender de mim, estarei sempre fazendo a minha parte para ajudar o próximo”.

“Doar sangue não é apenas um ato de solidariedade, mas também de amor, de vida e de cidadania. É uma iniciativa 100% voluntária e que beneficia pessoas conhecidas e desconhecidas, oferecendo nova oportunidade de vida, novos sonhos e chances de recomeçar. O sangue é insubstituível e fundamental em cirurgias e outros procedimentos. Por isso, os estoques dos bancos de sangue não podem ficar vazios”, explica a enfermeira.

Podem doar sangue pessoas com boa saúde e idade entre 16 anos completos (com autorização dos pais) e 69 anos. É necessário pesar mais de 50 quilos e apresentar documento de identidade original com foto. Não precisa estar em jejum.