Estado paga 1ª parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas

Cerca de 48 mil servidores serão beneficiados com a medida, que busca movimentar a economia e reduzir o impacto da Covid-19

26/06/2020 16h51 - Atualizada em 26/06/2020 18h40
Por Lucila Pereira (AGE)

O Governo do Pará, por meio do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev), paga, nesta sexta-feira (26), 50% do 13º salário dos servidores aposentados e pensionistas do Pará. A medida foi anunciada no último dia 17, pelo governador Helder Barbalho em suas redes sociais. O pagamento, que era feito apenas no segundo semestre, foi antecipado neste ano como uma das medidas para reduzir o impacto da pandemia da Covid-19 no Estado.

O servidor inativo da Polícia Civil, Jorge Celestino, soube da notícia na semana passada e já sabe como irá utilizar o valor. “Vai me ajudar igual como acontece em dezembro, para investir em algo necessário e útil que precisamos, mas que, em tempos irregulares, não temos como concretizar. Vou utilizá-lo ajudando minha filha no pagamento de mensalidade atrasada na faculdade e o restante vou colocar na poupança”, planeja.

“Pela primeira vez na história, o Governo do Pará vai antecipar os primeiros 50% do 13º para os servidores aposentados e pensionistas. São cerca de 48 mil aposentados e pensionistas que estarão sendo beneficiados. O governo do Estado estará aportando cerca de R$ 146 milhões. Isto é importante para este momento em que todos estão com dificuldades”, disse Helder Barbalho, durante o anúncio feito na semana passada. 

A antecipação do 13º foi possível devido aos rendimentos sobre os investimentos do Igeprev no exercício de 2019, com amparo legal na Lei Complementar 125/2019. O dinheiro veio em boa hora para a professora aposentada Marly Pereira. “Eu achei o máximo porque acredito que todo dinheiro nesse momento é bem-vindo. Pretendo pagar algumas contas, mas também guardar uma parte, ficar com dinheiro em conta para eventuais despesas que vierem a acontecer”, conta a segurada.

“O pagamento adiantado da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Estado vai atender a uma expectativa dos nossos segurados neste momento de instabilidade financeira, devido à pandemia da Covid-19, ao mesmo tempo em que irá movimentar a economia do Pará” - Silvio Vizeu, presidente do Igreprev.