Seap garante atendimentos médicos e jurídicos para custodiados em Tucuruí

Foram avaliados processos judiciais de custodiados que receberam assistência à saúde de médico e enfermeiros

12/06/2020 13h22
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)


Análises de processos penais e consultas médicas foram realizadas por uma equipe multiprofissional da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), no Centro de Recuperação Regional de Tucuruí (CRRT), região sudeste do estado, de 10 a 11 de junho. 

A Diretoria de Execução Criminal da Seap avaliou os processos jurídicos de 30 custodiados. E a Assistência Biopsicossocial, da secretaria, com apoio de um médico e enfermeiro cedidos pela Prefeitura de Tucuruí, realizou 41 consultas médicas, 19 consultas de enfermagem, 11 avaliações de pacientes com tuberculose, 60 atendimentos de enfermagem e sete testes rápidos de Covid-19 em casos suspeitos e já isolados

A rede de energia elétrica também foi revitalizada com a instalação de novos pontos de luz incluindo refletores de LEDAlém dos atendimentos de saúde e jurídicos, o CRRT recebeu reformas em sua instalação desde o início da implantação de novos procedimentos em razão da medida de intervenção iniciada há 10 dias.

Coordenador do Núcleo de Logística, Patrimônio e Infraestrutura (DLPI), Nacib Braun informou sobre a nova pintura do centro que agora segue a cor padrão do sistema estadual.

A rede de energia elétrica também foi revitalizada. Foram instalados novos pontos de luz, incluindo refletores de LED. “Substituímos parte da fiação elétrica, demos manutenção completa ao quadro elétrico", disse Nacib Braun.

Ele acrescentou que o telhado foi revisado e, em parceria com a direção da unidade, definiu-se a localização para a implantação de duas salas para uso administrativo e operacional, o que exigiu um pequeno projeto de adequação dos espaços, feito durante a visita técnica.

A partir das mudanças feitas, o diretor de Reinserção Social, Belchior Machado, analisa as possibilidades de atividades laborais. Ele informou que junto com a direção do CRRT avalia a inserção de um Plano de Trabalho Prisional para o centro.

A ideia é montar equipes que possam ter atividades laborais em áreas como a limpeza, manutenção, lavagem de uniformes, produção de vassouras e materiais de limpeza. Também são pensadas formalizações de convênios com o município e o setor produtivo para ampliar a inserção de custodiados em atividades laborativas, em curto e médio prazos.