Respiradores enviados para hospitais de Abaetetuba e Bragança já estão em funcionamento

21/05/2020 17h40 - Atualizada em 21/05/2020 22h52
Por Rodrigo Reis (EMATER)

Os respiradores enviados pelo Governo do Estado aos hospitais Santa Rosa, em Abaetetuba, e Santo Antônio Maria Zacarias, em Bragança, já estão em pleno funcionamento. São equipamentos com tecnologia de última geração e todos passaram por testes logo que chegaram à capital paraense no último domingo (17). Dos 50 novos respiradores, 27 foram distribuídos para hospitais do interior.

Com o reforço, o Pará passou a contar com 390 UTI´s exclusivas para pacientes com síndrome respiratória aguda. O Hospital Santa Rosa, em Abaetetuba, recebeu quatro respiradores e agora conta com cinco leitos de UTI, sendo um reserva. 

“Os leitos chegaram na hora certa. A Covid-19 é uma doença que acomete rapidamente as vias respiratórias, por isso, em casos mais graves, o paciente precisa ser intubado. No total, o Santa Rosa possui 12 leitos clínicos, quatro de UTI e uma sala vermelha de estabilização de pacientes”, explicou Robson Rosa, diretor do hospital.

A estrutura atende 11 municípios da região do Baixo Tocantins: Abaetetuba, Acará, Baião, Limoeiro do Ajuru, Moju, Oeiras do Pará, Tailândia, Barcarena, Cametá, Igarapé Miri e Mocajuba.

Já o hospital Santo Antônio Maria Zacarias, que atende 16 municípios da região dos Caetés, recebeu quatro respiradores, quatro monitores e 16 bombas de infusão. “Reduziu a fila e possibilitou dar atendimento de qualidade à população”, afirmou a coordenadora administrativa da Unidade, a médica Ana Solange da Silva. 

“É qualidade de vida, sensibilidade, e acesso à saúde para à população. A região dos Caetés agradece o emprenho do Governo do Estado em salvar vidas”, disse Rejane Pinto, coordenadora do Complexo Regulador Regional (4° CRS), em Capanema, da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa).

Reforço – Os respiradores foram enviados pelo Ministério da Saúde após pedido feito pelo Governo do Pará, em abril deste ano. Dos 50 enviados, 23 foram para ampliar o número de leitos no Hospital de Campanha do Hangar, em Belém, também já em funcionamento.

Além dos hospitais de Abaetetuba e Bragança, respiradores também foram distribuídos para os Hospitais de Campanha de Breves, Marabá e Santarém; Hospital Regional do Araguaia, em Redenção e Hospital Regional de Cametá.