CIOp investe em tecnologia e aumento de efetivo para agilizar ligações

Denunciantes também podem manter contato com o Ciop em tempo real por vídeo, chat e localização GPS

18/05/2020 15h53 - Atualizada em 18/05/2020 16h15
Por Aline Saavedra (SEGUP)

Ao todo, mais de 50 pessoas realizam o atendimento das chamadas no CIOp, no Call CenterMais atendentes, menos tempo de espera da chamada. Mais profissionalismo, menos erros na checagem das informações in loco. É com essa dinâmica que o Centro Integrado de Operações (CIOp), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) está atendendo as chamadas de emergência a partir de hoje, segunda-feira (18). Isso porque o quadro de servidores foi alterado para oferecer um atendimento mais técnico, ágil e qualificado aos cidadãos que utilizam o serviço 190.

Com a medida, a captação de informações mais exatas está contribuindo para a excelência no atendimento da chamada, seja por meio das Polícias Militar e Civil ou Corpo de Bombeiros Militar. Ao todo, mais de 50 pessoas realizam o atendimento das chamadas no CIOp, no Call Center.

“Essa é uma maneira, também, de fortalecer as inúmeras medidas já adotadas para prevenir a pandemia do novo coronavírus. Com a proibição de aglomeração, realização de eventos e a comercialização de produtos como álcool 70%, em gel e líquido, a preços abusivos, as ligações para o Ciop aumentaram cinco vezes mais, visto que a população tem sido efetiva nas denúncias para evitar esse tipo de crime e contribuir para a segurança pública, que é um dever de todos e, por isso, também, temos sempre que procurar melhorar a forma como mantemos esse elo com a sociedade”, ressaltou o titular da Segup, Ualame Machado. 

Denúncias - De 18 de março (quando foi publicado o decreto 609/2020 que tratava das primeiras medidas preventivas à Covid-19) a 17 de maio, 3.116 denúncias relativas a aglomerações já foram recebidas e foram realizadas 7.135 fiscalizações comerciais em todo o estado.

Monitoramento - O Ciop também passou a disponibilizar para a população desde o dia 9 de maio, 45 câmeras de monitoramento de diversos pontos da Região Metropolitana de Belém (RMB). A medida visa levar informação aos paraenses e ao mesmo tempo incluir a população no monitoramento diário e verificação de pontos com aglomerações, podendo o cidadão contribuir com denúncias ao 190, fomentando a participação popular na segurança pública do estado. As imagens podem ser acessadas no site Segup. 

Inovação - Além disso, o Centro está fazendo uso do Sistema Carbyne, uma nova ferramenta utilizada pelo Governo do Estado para combater aglomerações em tempos de coronavírus. A tecnologia israelense permite que atendentes do Ciop e o denunciante estabeleçam contato em tempo real por vídeo, chat e localização GPS. Israel, México, Canadá e Estados Unidos são alguns dos locais que utilizam a tecnologia.