PC aplica multa comércios durante operação lockdown

17/05/2020 09h11 - Atualizada em 17/05/2020 20h09
Por Cristiani Souza (PC)

A Polícia Civil do Pará autuou, neste sábado (16), em Castanhal, nordeste do Estado, cinco pessoas por estarem andando em via pública sem a utilização de máscaras. Em Belém e Ananindeua, as equipes da Diretoria Estadual de Polícia Administrativa (DEPA), a Diretoria de Polícia Especializada (DPE) e a Diretoria de Combate a Corrupção (DECOR), averiguaram durante a operação Lockdown, 17 locais denunciados através do canal 181 e aplicaram 16 advertências e duas multas. 

Uma das multas foi aplicada em uma loja que já havia sido advertida, localizada no KM 03 da Rodovia BR-316, bairro Guanabara, em Ananindeua. A força-tarefa flagrou um cliente no caixa com um aparelho celular exposto à venda e questionando o valor. Nesse momento, os policias civis, ao constatarem que novamente, embora advertida no dia 12 de maio por não implementar de forma efetiva a separação de produtos essenciais dos não essenciais, conduziu o gerente do estabelecimento para a Central de Atendimento da Cremação para a feitura do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e procedeu a lavratura de auto de infração no valor de R$ 10 mil.

Ainda na tarde do sábado (16), a equipe da operação lockdown se deslocou até o supermercado situado na Av. Jose Bonifácio, bairro de Fátima e flagrou dois casos em que havia mais de um membro da família realizando compras. De imediato, o grupo constatou a irregularidade que já havia sido flagrada e advertida no último dia 10 por não fiscalizar de forma efetiva a entrada de pessoas no estabelecimento. O gerente do estabelecimento também foi conduzido para a CEAT Cremação para a assinatura do TCO e a lavratura de auto de infração no valor de R$ 10 mil.

Já durante a noite, três estabelecimentos de redes de franquias foram fechados e notificados por funcionarem além do horário permitido.