Procon Pará notifica hospitais particulares e funerárias em Belém

No total, foram vistoriados sete hospitais particulares entre os dias 4 e 6 desta semana

06/05/2020 17h06 - Atualizada em 06/05/2020 17h38
Por Claudiane Santiago (SEJUDH)

Após denúncias sobre a má prestação do serviço de hospitais particulares e funerárias de Belém, durante a pandemia, o Procon Pará, vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) seguiu notificando, na manhã de hoje (06), os estabelecimentos da Região Metropolitana de Belém. 

Mais quatro hospitais foram notificados nesta quarta-feira (6), após as denúncias recorrentes dos consumidores sobre atendimento negado, falta de leitos e de equipamentos necessários para os atendimentos de urgências. “Os estabelecimentos têm o prazo de 48 horas para esclarecer os motivos da não prestação do serviço ou por realizá-lo com péssima qualidade. Hoje, também encerra o prazo para apresentação das justificativas dos três hospitais notificados na última segunda-feira (4)”, esclarece o titular da Sejudh, Rogério Barra. 

Em caso de irregularidades constatadas, o local pode ser autuado e sofrer sanções administrativas. "É muito incoerente as pessoas não terem acesso a um serviço que pagam mensalmente. É um direito que elas têm e, por isso, estamos indo em busca de resposta e notificando os hospitais que não cumprirem em prestar um serviço de qualidade para todos os seus clientes", declarou a coordenadora de fiscalização, Ágatha Barra.

Funerárias - Além dos hospitais, o Procon Pará também está analisando a conduta das funerárias que prestam os serviços fúnebres e notificando para que não haja problemas em um momento difícil. "Estamos focados na garantia de todos os serviços, principalmente, voltados a esta pandemia, para as pessoas. É necessário que tudo funcione bem. Ainda mais quando se trata de hospitais e funerárias fica mais delicado. Então, queremos evitar mais danos para todos", frisou o diretor do Procon Pará, Nadilson Neves.

Para quem quiser denunciar, basta entrar em contato pelos canais de atendimento do Procon Pará, através do 151 ou pelo WhatsApp (91) 99230-0151.