Força-tarefa vai fiscalizar proibição de viagens no feriado de Tiradentes

A operação que começa nesta sexta-feira vai mobilizar mais de 230 agentes na BR-316 e em 26 municípios do interior

16/04/2020 19h21 - Atualizada em 17/04/2020 09h54
Por Lilian Guedes (DETRAN)

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) inicia nesta sexta-feira (17) a Operação Tiradentes – Covid-19, com ações de fiscalização nos primeiros 18 quilômetros da Rodovia BR-316, de responsabilidade do órgão, e nas principais vias que levam aos municípios do interior do Pará.

Acessos a praias e balneários estão entre as prioridades da operaçãoNo segundo feriado prolongado do mês de abril, alusivo ao Dia de Tiradentes - 21, os agentes do Detran, em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual e fiscais da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), estarão em barreiras montadas para garantir o cumprimento do Decreto governamental nº 609, que proíbe viagens intermunicipais durante o feriado para evitar o avanço do novo Coronavírus. As fiscalizações também percorrem praias, balneários e igarapés em municípios do interior.

“Nesse período de enfrentamento à pandemia, o nosso objetivo, além de fiscalizar as infrações de trânsito, é também o cumprimento do decreto estadual, reforçando a importância do distanciamento social no combate à propagação do vírus”, explicou Ivan Feitosa, coordenador de Operações do Detran. 

Os 18 quilômetros iniciais da BR-316 serão fiscalizados por agentes do DetranAtuação - Ao todo, 178 agentes de fiscalização atuarão em 26 municípios, entre os quais Bragança, Abaetetuba, Salinópolis, Bagre, Maracanã, Marapanim, Santarém e Conceição do Araguaia. Já no controle de fluxo da entrada e saída da BR-316, para evitar congestionamentos, 54 agentes vão organizar o trânsito.

A medida é válida para transporte particular e coletivo a partir do município de Benevides, na Região Metropolitana de Belém. A decisão só não atinge pessoas que precisam chegar à própria residência e/ou atividade profissional, desde que comprovem mediante documentação, e o transporte de cargas. Quem descumprir a determinação será encaminhado à Delegacia de Polícia mais próxima para procedimento.