Seplad e Sintepp discutem antecipação de férias na rede estadual de ensino

Medida está de acordo com o novo decreto do governo, que prevê a retomada das aulas no início de maio

15/04/2020 08h45 - Atualizada em 16/04/2020 10h52
Por Luana Leite (SEPLAD)

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) reuniu com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), na terça-feira (14), para discutir sobre a antecipação das férias dos professores da rede estadual de ensino.

O Governo do Pará, por meio da Seplad, atendeu o apelo parcial da categoria e não vai antecipar as férias em 30 dias, mas sim em 15 dias, período esse em que as escolas permanecerão fechadas, já que o novo decreto do Governo vai prorrogar a suspensão das aulas na rede estadual de ensino como forma de combate a disseminação da Covid-19.

Hana Ghassan, titular da SepladA titular da Seplad, Hana Ghassan, comentou sobre a situação que carece uma atenção devida e consensual. "Ressaltamos nesse momento a colaboração da categoria, como forma de combater a pandemia, para que tenhamos assim, a atenção devida com a educação, e o calendário escolar não sofra alterações, ou traga algum prejuízo aos estudantes, por isso, a proposta do governo em conceder férias iniciais de 15 dias aos professores é a decisão mais coerente a ser tomada no momento".

Com o novo decreto do governo, que será publicado nesta quarta-feira, dia 15, as aulas presenciais na rede estadual de ensino deverão ser retomadas no dia 6 de maio.