Iterpa mantém o atendimento ao público através de canais virtuais

09/04/2020 14h48 - Atualizada em 09/04/2020 15h26
Por Governo do Pará (SECOM)

O Instituto de Terras do Pará abriu novos canais de comunicação com o público para a realização de atendimentos externos nesse período de enfrentamento ao novo coronavirus. Através desses meios são disponibilizadas informações sobre processos em tramitação, orientações sobre títulos de terra e o uso do Sistema de Cadastro e Regularização Fundiária, o Sicarf.

Essa é uma das estratégias de adaptação a esse momento, criadas pelos servidores do órgão, sem deixar de atender a população assistida pelo instituto em Belém e nos interiores do estado, já que o atendimento presencial foi suspenso de acordo com o decreto n°609, que trata sobre medidas de combate à pandemia do covid-19 no Estado. 

Além dos novos meios de atendimento ao público, a equipe do Iterpa têm traçado planos internos para dar andamento nas atividades e não prejudicar quem precisa. “Nossa equipe está comprometida em dar continuidade ao trabalho e entregar um produto de qualidade e, para  isso, estamos fazendo uso de tecnologias para realizarmos reuniões diárias e alinharmos nossas estratégias de atuação, bem como dar continuidade aos processos de regularização fundiária”, explica a diretora técnica do órgão, Mariceli Moura. 

As ferramentas virtuais têm sido uma grande aliada nesse período em que todos precisam se isolar, mas que o trabalho não pode parar. Em casa e conectados, os servidores seguem a rotina de expediente realizando reuniões, respondendo dúvidas, deliberando quando necessário, sempre juntos, cada um da sua casa. 

O Presidente do instituto acredita que esse momento demonstra a assertividade do Governo do Estado quando decidiu investir no eixo da modernização do Iterpa para o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas de gestão de processos de regularização fundiária e de pessoas, bem como no uso das mídias sociais e em aplicativos móveis de mensagens para tornar mais eficiente a sua comunicação e diminuir o tempo de resposta ao público alvo. “É por conta disso que hoje podemos dar continudade a análise dos pedidos de titulações e certidões, por exemplo, e atender ao público pelos canais das mídias sociais, pois mesmo que o técnico ou o procurador esteja em home office, há comunicação entre os servidores do Iterpa”, enfatiza Bruno Kono. 

Serviço: As demandas ao órgão podem ser encaminhadas das 8h as 14, através dos e-mails:
gac@iterpa.pa.gov.br; presidencia@iterpa.pa.gov.br; assessoria.presidencia@iterpa.gov.br; 
ouvidoria@iterpa.pa.gov.br; e pelos números: (91) 9 81167281 (WhatsApp ouvidoria) e (91) 9 93257947 (WhatsApp Sicarf).