Seaster disponibiliza canal para esclarecimento de dúvidas sobre auxílio emergencial

09/04/2020 14h35 - Atualizada em 09/04/2020 15h27
Por Camila Santos (SEASTER)

O Governo Federal lançou, na última terça-feira (7), um aplicativo que deve viabilizar um benefício financeiro emergencial destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores Individuais (MEI), autônomos e desempregados, com o objetivo de fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Para receber o auxílio, o beneficiário deverá ter mais de 18 anos de idade e CPF ativo, renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa e renda mensal até três salários mínimos por família, além de não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018. 

O aplicativo, que está disponível para os sistemas android e IOS, dispõe dos serviços de consulta do CPF para quem já está cadastrado no CadÚnico, inscrição de CPF para quem ainda não está cadastrado, acompanhamento de pedido e consulta de pagamento.

Diante dos inúmeros questionamentos a respeito dos meios de acesso ao cadastro e das condições e critérios exigidos para validação, a Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda está disponibilizando um canal de comunicação de perguntas e respostas relacionadas ao benefício emergencial. 

Em meio ao isolamento e distanciamento social, a secretaria tem buscado e incentivado métodos que viabilizem, mesmo que à distância, o acesso à benefícios assistenciais à população mais vulnerável. Para o titula da Seaster, Inocencio Gasparim, o canal de comunicação aproxima a secretaria do público externo e incentiva a inclusão social. “O Governo do estado, através da Seaster, tem disponibilizado essa ferramenta de acesso à informação, não apenas para o esclarecimento de dúvidas, mas, principalmente, para garantir que, mesmo de casa, o cidadão tenha acesso aos seus direitos.  

Através da coordenação de gestão de benefícios e programas de transferência de renda, a Seaster promove ações de apoio às secretarias municipais de assistência social, com a capacitação de técnicos entrevistadores do Bolsa Família e no assessoramento voltado à gestão municipal. 

Para esclarecer dúvidas e questionamentos sobre o auxílio emergencial, a população poderá entrar em contato através do número (91) 9994-7488 (ligação e whatsapp)  e/ou e-mail: atendimentoauxilio@gmail.com.