CPH abre licitações para construções de conjunto naval, em Belém, e trapiche em Maracanã

Empresas interessadas em participar da concorrência podem conferir o edital no site da CPH e no Compras Pará

08/04/2020 08h35 - Atualizada em 08/04/2020 10h22
Por Bruno Magno (CPH)

O terceiro conjunto naval do Terminal Hidroviário de Belém será construído no espaço naval do galpão 10 da CDP

A Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) divulgou, nesta quarta-feira (8), no Diário Oficial do Estado (DOE), aviso de licitação para escolha da empresa responsável pela construção e instalação do terceiro conjunto naval do Terminal Hidroviário de Belém (THB), que ficará em frente ao galpão 10 da Companhia de Docas do Pará (CDP). A nova estrutura compreende flutuante, plataforma e rampa metálica articulada para embarque e desembarque de passageiros. A obra está orçada em R$ 1.909.622,83 com recursos do superávit do tesouro. 

As empresas interessadas podem conferir o aviso de licitação no DOE, site da CPH e no site Compras Pará. O edital ficará disponível no site da CPH e no Compras Pará. O pregão será presencial e na modalidade fechada, ou seja, cada empresa apresenta uma única proposta para reforma. A data de abertura será dia 5 de maio, às 9h, na sede da CPH, em Belém. No aviso de licitação também consta a data da visita técnica das empresas no terminal, marcada para o dia 29 de abril.

"Atualmente, o terminal opera com dois conjuntos navais no galpão 9 da CDP. Em razão da crescente demanda de usuários, o governador Helder Barbalho autorizou a CPH a ampliar essa capacidade de operação. Agora vamos utilizar o espaço naval do galpão 10, que já foi autorizado pela CDP. Nossa previsão é que a obra fique pronta em até oito meses. Dessa maneira vamos oferecer mais conforto e segurança para os usuários que viajam, especialmente para a região da ilha do Marajó e Baixo Amazonas", explica Abraão Benassuly, presidente da CPH.

A construção e instalação do novo conjunto naval serão realizados de acordo com as normas e padrões estabelecidos pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O terceiro conjunto deve aumentar em 30% a capacidade naval de operação e 50% o número de usuários no THB. 

Região do Guamá  - Também no Diário Oficial do Estado desta quarta, está o aviso de licitação para escolha da empresa responsável pela construção do Trapiche de Cargas e Descargas de Pescado e do Mercado de Peixe do Município de Maracanã, na região do Guamá. 

A construção do Trapiche de Cargas e Descargas é um sonho antigo dos moradores de Maracanã

As empresas interessadas podem conferir o aviso de licitação no DOE, site da CPH e no site Compras Pará. O edital ficará disponível no site da CPH e no Compras Pará. O pregão também será presencial e na modalidade fechada, onde cada empresa apresenta uma única proposta para reforma. A data de abertura será dia 7 de maio, às 9h, na sede da CPH, em Belém. No aviso de licitação também consta a data da visita técnica das empresas ao local, marcada para o dia 4 de maio. A obra está estimada em R$ 1.644.229,98 com recursos do superávit do tesouro.

"Atendendo ao pedido da população, o governador Helder Barbalho autorizou a construção deste trapiche, que é um sonho antigo dos moradores de Maracanã. Hoje os trabalhadores atuam de forma precária e isso atrapalha o escoamento da produção local, mas com essas novas construções vamos potencializar o desenvolvimento daquela região", explica Benassuly, ao ressaltar que o projeto executivo de construção do trapiche e do mercado de peixe, com detalhes técnicos da obra, já está pronto na CPH.