Brasileiros assintomáticos para covid-19 que estavam em Paramaribo, desembarcam no aeroporto de Belém

Governo do Pará apoiou a condução para outros estados via aérea e terrestre

31/03/2020 17h36 - Atualizada em 31/03/2020 18h45
Por Dayane Baía (SECOM)

O voo vindo de Paramaribo, no Suriname, que chegou a ser cancelado no último domingo (29), pousou em Belém às 13h40 desta terça-feira (31). Dos 76 passageiros previstos, vieram 52, sendo 24 deles paraenses e 13 do Maranhão. Os outros 15 seguiram para outros locais do Brasil, como Santa Catarina, Bahia, Pernambuco e Goiás. O Governo do Estado atuou na chegada dos brasileiros por medida cautelar autorizada pela Justiça Federal.

Todos os passageiros passaram por verificação de saúde na chegadaAinda embarcados, os passageiros foram recebidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para verificação de possíveis sintomas e doenças. Em seguida, os passageiros seguiram para a área de imigração da Polícia Federal e depois Receita Federal, rotina em voos oriundos de outros países. Já na área de desembarque internacional, eles foram atendidos pelas equipes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

“Todos foram entrevistados a partir de um questionário e fizeram os testes preliminares. Os paraenses já foram liberados e assumiram o compromisso de cumprir uma quarentena domiciliar”, afirmou Ualame Machado, secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Agentes da Segup acompanharam os passageiros que seguiram para embarque em outros voos.

Ualame Machado, secretário de segurança pública“Nós estamos aqui para garantir que a população paraense esteja protegida. Sabemos que é um vírus que, em qualquer vacilo, pode ser adquirido. Então garantimos que todos os testes previstos e todos os procedimentos foram feitos para que as pessoas possam chegar às suas casas, no caso dos paraenses, e os demais brasileiros, que possam seguir viagem com tranquilidade”, complementou Ualame Machado.


Alguns brasileiros já haviam adquirido a passagem para um voo logo em seguida. Porém, o Governo do Estado adquiriu a passagem para pelo menos quatro brasileiros que não possuíam meios de chegar às suas cidades, sendo duas de Chapecó (SC), uma para Petrolina (PE) e outra pra Natal (RN).

“A Polícia Militar também está oferecendo um ônibus para levar os moradores do Estado do Maranhão paras suas cidades de origem. Tudo isso de forma coordenada, resguardando a integridade do povo paraense e também acolhendo os brasileiros que estão de retorno ao país”, finalizou Ualame. Dos treze passageiros maranhenses, 11 seguiram no ônibus e três em veículos particulares.