Mangueirão já recebe pessoas em situação de rua para prevenção ao novo coronavírus

Governador Helder Barbalho esteve no estádio, garantindo a um segmento social vulnerável o benefício das medidas de contenção ao avanço da Covid-19 no Pará

22/03/2020 18h47 - Atualizada em 23/03/2020 10h54
Por Bruno Magno (CPH)

Governador Helder Barbalho inspecionou o Mangueirão e viu as doações que já chegaramO governador do Pará, Helder Barbalho, visitou na manhã deste domingo (22) as instalações do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, que já está recebendo pessoas em situação de rua da Região Metropolitana de Belém. A ação, coordenada pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) e Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), é uma das medidas anunciadas pelo governador no último sábado (21) para prevenir novos contágios pelo novo Coronavírus no Pará. O objetivo é adotar a mesma estratégia, em espaços semelhantes, em municípios-polos do interior, nos próximos dias. Na tarde de hoje, Helder Barbalho anunciou que a mesma providência já está confirmada nos municípios de Marabá e Santarém.Colchões doados às pessoas em situação de rua pela rede Magazine Luiza

"Nós escolhemos o Mangueirão pela sua amplitude, que permite que tenhamos a utilização dos espaços existentes no estádio, bem como , áreas de circulação, para que não haja concentração em áreas fechadas. Quero agradecer a todos os servidores do Estado e voluntários que estão nos ajudando neste momento. E, não menos importante, agradeço ao povo do Pará, que atendeu ao nosso apelo e já está doando colchões, travesseiros e materiais de higiene", destacou Helder Barbalho.

Acompanhado pelo titular da Seaster, Inocêncio Gasparin, e da primeira-dama, Daniela Barbalho, o governador Helder Barbalho percorreu as instalações do Estádio Olímpico do Pará e verificou a adequação dos locais que receberão as pessoas em situação de rua, que começaram a chegar ao local ainda neste domingo. No espaço, o governo do Estado montou uma grande estrutura para receber até mil moradores, que terão assistência médica, ambulatorial e odontológica nas próximas semanas.O secretário Inocêncio Gasparin disse que o objetivo é alcançar todo o Estado

Cadastro - "Todos os moradores que chegarem aqui serão cadastrados, mas previamente já temos um cadastro de quantas pessoas estão morando nas ruas em Belém, e vamos usar esses dados para fazer isso. Nós já sabemos onde essas pessoas estão e se alimentam. Importante ressaltar que nós pretendemos alcançar o Estado todo nesta ação, mas vamos começar por Belém. Os secretários regionais de Santarém e Marabá já foram contatados, e vamos ver como desenvolvemos isso da melhor forma possível", disse pela manhã Inocêncio Gasparin.

As pessoas já estão procurando o Mangueirão para serem atendidas pelo EstadoDesde as primeiras horas deste domingo, a Seaster começou a receber as doações de moradores de Belém, a maioria roupas, calçados, lençóis e materiais de higiene pessoal. As doações podem ser feitas todos os dias, das 8 as 18 h, no portão B2 do Mangueirão, ou na sede da Seaster.

A rede de lojas Magazine Luiza doou mil colchões e mil travesseiros, enquanto a rede + Barato ofereceu mil cestas básicas, e também vai disponibilizar espaço em duas lojas para receber doações. "Nossa presidente já faz essas ações em outros Estados, e estamos muito contentes em pode auxiliar o governo do Estado neste momento preocupante", disse Adriano Almeida, gerente do centro de distribuição do Magazine Luiza. "Todos nós, do grupo, montamos uma força-tarefa e vimos de que forma poderíamos ajudar. Decidimos por doar as cestas básicas e também abrir nossas lojas, para que as pessoas possam doar e depois trazermos para cá (Mangueirão)", completou Igor Souza, diretor de Marketing da rede + Barato.Helder Barbalho cumprimentou uma das pessoas beneficiadas com o cuidado que o momento exige

Vacinas - Também na tarde deste domingo (22), o governador Helder Barbalho esteve na Central Estadual de Imunobiológicos da Sespa, onde estão as 140 mil doses de vacina que o Estado recebeu do Ministério da Saúde para a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza (vírus causador de gripe), que começa nesta segunda-feira (23), inicialmente priorizando idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde.

Serão distribuídas 140 mil doses em Unidades Básicas de Saúde e 32 novos postos, instalados em farmácias, supermercados e estacionamentos de shoppings. Os locais já foram divulgados pelo governo do Estado. A vacina é totalmente gratuita e necessária para evitar o agravamento de doenças respiratórias provocadas pelo Influenza.