Obras da BR-316 são constatadas pela JICA durante missão técnica no Pará

Agência japonesa é a responsável pelo financiamento de mais de 70% da obra na rodovia

19/03/2020 16h02 - Atualizada em 19/03/2020 17h58
Por Michelle Daniel (NGTM)

O Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) recebeu executivos da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) que vieram para a quinta missão técnica na capital paraense nesta quarta e quinta-feira (18 e 19). A Agência é responsável pelo financiamento de 78% das obras da BR-316 e a vinda dos representantes teve como objetivo constatar o andamento dos trabalhos que iniciaram em janeiro do ano passado.

O primeiro ponto visitado pelos japoneses foi a pétala do viaduto do Coqueiro, onde foram transplantadas duas samaumeiras em janeiro deste ano. Os vegetais foram incluídos no projeto do novo paisagismo da rodovia. As árvores começaram a dar sinais de sobrevivência a partir dos primeiros brotos espalhados nelas. A ação deste porte, promovida pelo Governo do Pará, foi inédita na Região Metropolitana de Belém e chamou a atenção dos executivos.

“Foi impressionante. Fiquei feliz em ver que as pessoas de Belém do Pará têm essa árvore [espécie] como muito importante e o governo teve essa preocupação. A avaliação é positiva, pois também nos preocupamos com os impactos ambientais e sociais das obras”, disse Yutaru Tanaka, representante da JICA no Brasil.

Os japoneses também viram a construção dos terminais de integração em Ananindeua e Marituba, viaduto, túneis e o Centro de Controle Operacional (CCO). Tanaka, que participa da maior parte das visitas técnicas, percebe as etapas em andamento e reconhece o esforço do Governo do Pará na execução do projeto. “Temos alguns desafios e assuntos temos que trabalhar, mas espero que o NGTM e todos os envolvidos possam, juntos, realizar este projeto”, completa Tanaka.

De acordo com o diretor-geral do NGTM, engenheiro Eduardo Ribeiro, a primeira missão JICA deste ano se deu em duas etapas: agenda externa e interna. No segundo momento, houve reuniões entre os japoneses, diretoria executiva do Núcleo e empresas envolvidas para tratar de assuntos no que diz respeito à execução das obras. “Estamos atualizando formalmente sobre o andamento da obra, assim como temos enviado mensalmente relatórios de tudo o que tem ocorrido. As visitas são importantes porque é a constatação da transparência do Governo com a Agência”, comenta.

As obras executadas pelo Governo do Pará, por meio do NGTM, visam otimizar a mobilidade urbana na região metropolitana com a implantação do sistema BRT (Bus Rapid Transit). A Jica é uma empresa governamental independente, que financia projetos em países em desenvolvimento, principalmente nas áreas ambientais, mobilidade, agricultura e segurança pública.