Potencial produtivo de Paragominas é destaque em encontro com a Embaixada da Alemanha

Representantes visitaram a cidade acompanhados de gestores da Adepará e Sedap

15/03/2020 08h30 - Atualizada em 15/03/2020 22h05
Por Monique Hadad (ADEPARÁ)

Diplomatas receberam informações sobre as dinâmicas do setor produtivo localA Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) participou, na semana passada, em Paragominas, de um encontro com representantes da Embaixada da Alemanha. Os diplomatas trabalham em Brasília e participaram de uma visitação na cidade, com o objetivo de conhecer as dinâmicas do setor produtivo local.

Estiveram presentes o conselheiro para Alimentação e Agricultura da Embaixada da Alemanha, Ansgar Aschfalk; a assessora do Departamento Agrícola da Embaixada, Maria Dobischok; o secretário adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Lucas Vieira; e os servidores da Gerência Regional da Adepará de Paragominas, Ana Cláudia Bezerra e José da Costa Júnior.

Grupo também visitou uma fazenda, onde conheceram o controle de biossegurança voltado para a defesa agropecuáriaA visita iniciou em uma fazenda, onde foi explanado como ocorre o manejo dos animais no local e o controle de biossegurança voltado para a defesa agropecuária. Os diplomatas da Alemanha conheceram também uma cooperativa, na qual foi abordada a verticalização agrícola de Paragominas. O município adota o sistema integrado entre lavoura, pecuária e reflorestamento. 

A servidora da Adepará de Paragominas destacou que a cidade tem vivenciado um processo de fortalecimento da economia. “Paragominas se reinventa todo tempo. No decorrer dos 13 anos que atuo na defesa agropecuária do município, percebi uma melhoria na qualidade da produção e na verticalização do setor agrícola”, relatou Ana Cláudia, que é Agente Fiscal Agropecuária (AFA). “Aqui temos um grande potencial, pois há o cultivo e a criação de uma vasta gama de atividades: cacau, grãos, piscicultura, pecuária, avicultura, suinocultura, entre outras”, complementou. 

Na ocasião, foram apresentadas informações sobre os procedimentos utilizados pela Adepará para o controle sanitário animal e vegetal. A Agência executa políticas de defesa agropecuária há 17 anos, em todo o território estadual, com a abrangência do pequeno, médio e grande produtor rural. Entre as ações, estão o controle do trânsito intra e interestadual de plantas, animais e produtos de origem agropecuária e florestal, a inspeção e fiscalização da qualidade dos insumos e serviços usados nas atividades agropecuárias, além da execução de programas de controle e erradicação de pragas e doenças animal e vegetal.