Dois dias de serviços gratuitos beneficiam moradoras de Ananindeua

Emissão de documentos, orientações jurídicas e serviços de estética foram os atendimentos mais procurados nos dois dias de Ação Cidadania

08/03/2020 20h07 - Atualizada em 09/03/2020 15h42
Por Nathalia Mota (PARAPAZ)

Nem mesmo com a forte chuva na manhã deste sábado (7), a população deixou de frequentar a Ação Cidadania, instalada na Escola Aimee Semple McPharson, no município de Ananindeua. A estrutura do local garantiu o bom atendimento ao público.

Eliana e Elaine Paixão, mãe e filha, respectivamente, moram no bairro Levilândia e procuravam pela emissão da identidade. “A gente precisava de um novo RG e eu não conseguia folga pra resolver isso com ela (filha). Uma sobrinha me contou que teria essa ação aqui e tirei folga do meu trabalho de diarista e viemos debaixo da chuva mesmo só pra não perder a chance”, disse Eliana, com o documento garantido. 

Muitas mulheres também aproveitaram para fazer tratamentos estéticos e de beleza A dona de casa Maria das Mercês, de 64 anos, foi atrás do mesmo documento e também dos serviços de estética. “Sempre frequento essas ações, principalmente pra fazer meu cabelo e minha sobrancelha. Não gasto nada e sou bem atendida. Economizei uns 30 reais e ainda vou sair daqui toda charmosa”, comemorou. Veja mais fotos da ação aqui.

Compromisso - Durante as ações, o programa já realizou mais de 11 mil atendimentos somente em Ananindeua. No Pará, mais de 50 mil pessoas foram beneficiadas com a iniciativa, que conta com a participação de diversos órgãos e parceiros que levam serviços de cidadania, saúde, emprego e renda. 

“Aqui no município há uma grande demanda, principalmente das mulheres. Como estamos vivendo o mês da mulher, queríamos valorizar ainda mais esse público, proporcionando ações de estética de qualidade e que reforcem a autoestima, como: corte de cabelo, limpeza de pele e design de sobrancelha. Todas as ações deste mês são totalmente dedicadas ao público feminino”, ressaltou Ray Tavares, presidente da ParáPaz. 

Todos os serviços são totalmente gratuitos e a comunidade tem acesso a informações, orientações e emissões de documentos, como o de identidade, certidão de nascimento, casamento e óbito, além de consultas médicas; testes rápidos de sífilis, HIV e Hepatite B e C, para diagnosticar doenças sexualmente transmissíveis; além de orientações jurídicas e empresariais e tratamento de beleza.  

Continuidade - Neste domingo (8), foi a vez da Escola Celina Del Tetto, também em Ananindeua, receber o programa Ação Cidadania. Centenas de pessoas, na maioria mulheres, chegaram ao local em busca de atendimentos. Muitas priorizaram os serviços médicos, principalmente a disponibilidade do exame preventivo do câncer de colo do útero, promovido pela Sespa. A liberação do laudo era entregue à paciente em até 30 minutos. “É muito importante que as mulheres na faixa etária de 25 até 64 anos possam realizar o exame, pegar o resultado e ser encaminhada para o devido tratamento”, afirmou a médica responsável pela coleta do preventivo, Monique Farias, onde também atua na coordenação estadual de oncologia. 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a região Norte se destaca no cenário nacional por ser a única região do país onde o Câncer do Colo do Útero é o mais incidente e é a maior causa de morte por câncer entre as mulheres. 

Boa ação - Sem cortar o cabelo há mais de quatro anos, dona Lúcia Maria Bastos, de 61 anos, estava decidida a se desfazer do cabelão. “Eu sempre quis doar para as pessoas que sofrem escalpelamento e hoje já acordei com essa determinação”, frisou. Ao contar um pouco da sua história se emocionou ao perceber o quanto vitoriosa é na vida, o quanto sofreu para dar dignidade à sua única filha, hoje morando no interior do estado. “Parabéns pra mim e para tantas outras mulheres que não dependem de ninguém pra educar um filho. Criei a minha sozinha, sem depender do pai dela. Me sinto uma mulher maravilha e hoje ainda mais feliz em realizar o sonho de outra pessoa”, orgulha-se a dona de casa, que mesmo com o braço quebrado, e portadora de deficiência na perna, estava ali, sozinha, mas feliz. 

Dedicação - Através da Ação Cidadania, a Fundação ParáPaz proporciona há mais de um ano acesso aos serviços de cidadania, saúde, emprego e renda, esporte e lazer à comunidade. Sem servidores empenhados e capacitados, a qualidade do atendimento não seria possível. Thatiane Lima, de 38 anos, é coordenadora administrativa na sede da ParáPaz e já participou de inúmeras ações, até para locais mais distantes. “Gosto de trabalhar, poder ajudar as pessoas. Depois que fui diagnosticada com câncer de mama, quis me ocupar ainda mais. Meu trabalho ajudou bastante durante o tratamento e o importante era continuar fazendo o que sempre fiz”, disse Thatiane. “Há duas semanas que os médicos não encontram nenhum foco da doença em mim, então me sinto curada, e é maravilhoso comemorar o dia das mulheres aqui, trabalhando”, disse emocionada.