Desembarques de cruzeiros internacionais movimentam a economia

Expectativa é de que o Estado receba cerca de 3,5 mil turistas internacionais no mês de março de 2020

03/03/2020 14h51 - Atualizada em 03/03/2020 15h40
Por Giovanna Abreu (SECOM)

Ao som de músicas regionais paraenses, cerca de 1,1 mil turistas desembarcaram, nesta terça-feira (3), no Trapiche da Orla de Icoaraci, distrito de Belém. A bordo do MSC Volendam, da Holland America Line, os estrangeiros, em sua maioria americanos, australianos e canadenses, conheceram, logo na chegada, o artesanato e a cultura paraense, além de dançarem com a apresentação musical do grupo arraial do pavulagem. O grupo saiu da Flórida, ficará um dia em Belém e partirá para Manaus. Veja mais fotos.

Para aproveitar o dia, eles escolheram percorrer os pontos turísticos localizados no centro da capital paraense, entre os mais procurados, o centro histórico da cidade, o Theatro da Paz, Museu de Arte Sacra, o mercado do Ver-o-Peso e a Estação das Docas.

“Essa é a minha segunda vez na Amazônia, mas a primeira vez no Pará. tudo o que eu vejo aqui é lindo. De todos os lugares que conhecemos durante o cruzeiro, desembarcar no Pará foi um dos momentos mais aguardados”. Jon Sheab, desenhista americano.

De acordo com o assessor de marketing da Secretaria de Estado de Turismo (Setur,) Rogério Mendes, o turismo movimenta bastante a economia paraense. “A geração de renda para o Estado é fantástica. Os turistas gastam, em média, de US$ 100 a 120  por dia em compra de souvenirs, artesanatos e passeios em geral, que são injetados na nossa economia em uma única visita”, contabiliza.

A expectativa da Setur é de que o Pará receba cerca de 3 mil e 500 turistas de cruzeiros internacionais neste mês de março, o que significa, segundo Rogério Mendes, a possibilidade de gerar entre R$ 2 a 3 milhões  para o Estado. Devem desembarcar por aqui os cruzeiros Viking Sea, na próxima quinta-feira (5), e o Amera Phoenix, no dia 14.

Apaixonada pelo artesanato local, a americana Luann More garante que está empolgada em conhecer a cidade.

“Eu amo esse país e estou extremamente animada para conhecer um pouco mais dele. Vim esperando o calor da amazônia e pronta para conhecer novas pessoas, lugares, além de bater fotos e fazer compras dos produtos regionais”, Luann More - turista americana.

A Setur garantiu o apoio na recepção dos turistas, em ação articulada com a Secretaria de Estado de Cultura (secult), Polícia Militar, Prefeitura de Belém e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O casal canadense, Tom e Nada Newell, ficou encantado com a receptividade do povo paraense. “Nós amamos o Brasil. Escolhemos visitar a Amazônia pela segunda vez porque ela é absolutamente incrível. na primeira vez, vivemos momentos maravilhosos e agora, com a excelente recepção que tivemos, esperamos conhecer ainda mais a cultura local”, afirma Tom.

Denise e Ian Diment, casal australiano, também ficou feliz pela possibilidade de conhecer mais a fundo a cultura paraense.

“É a primeira vez que estamos no Pará e nos surpreendemos com a diversidade de espécies e a culinária que encontramos aqui. Queremos aproveitar para conhecer a realidade e os costumes do povo paraense” - Denise, turista australiana.

Antes de desembarcar na capital paraense, o navio MSC Volendam esteve nas cidades de Fortaleza (01/03/20), Recife (28/02/20), Salvador (26/02/20) e Rio de Janeiro (23/02/20). Registra-se que em nenhum dos postos foram verificados quaisquer surtos da epidemia do novo coronavírus. A agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é responsável pela implementação do programa nacional de vigilância em saúde para navios de cruzeiro, a fim de reforçar o padrão de cumprimento das exigências sanitárias nesses navios.