Secult inicia o 'Domingo da gratuidade' nos Museus do Estado

01/03/2020 15h36 - Atualizada em 01/03/2020 16h01
Por Gabriel Marques (SECULT)

Os museus do centro histórico de Belém abriram às portas, na manhã deste domingo (1º), para receber a população e turistas gratuitamente no “Domingo da gratuidade”, iniciativa do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), que permite entrada gratuita da população em geral sempre nos primeiros domingos de cada mês.

A gratuidade faz parte de uma política de ampliação de acesso a museus do Estado, por meio da portaria nº 51, publicada em fevereiro deste ano. Agora, além das terças-feiras terem entrada franca para todos, professores, estudantes e crianças de até 12 anos também terão gratuidade permanente nos demais dias. 

De acordo com o Diretor do Sistema Integrado de Museus e Memoriais (SIMM), Armando Sobral, a nova política é uma forma de tornar os espaços museais lugares de maior convivência. “A finalidade é propiciar o acesso. Ampliar essa gratuidade significa fazer com que os museus se tornem mais ativos e próximos da comunidade, permitindo o  uso desses locais por professores e estudantes de escolas públicas”, destaca.

A novidade já trouxe resultados positivos para quem veio conhecer o centro histórico de Belém, como conta o professor Igor Bastos. Segundo ele, "a iniciativa de abrir os museus para a população e para os turistas é muito positiva, e fazer isso de graça cria oportunidades para as pessoas que nunca vieram até esses espaços”. 

A estudante Alana Silva descreve a felicidade de poder estar nos museus do Estado, e os destaca como lugares de pertencimento. “Acho interessante para a cultura de todos nós como cidadãos. Assim conhecemos mais sobre nossa história. Já visitei alguns museus do centro histórico e me deixa feliz poder contemplar vários tipos de arte e ver as pessoas se aproximarem do que é nosso”, afirma.

Mais acessibilidade – A portaria nº 51 instituiu ainda o Domingo da Acessibilidade e da Inclusão”, previsto para todo 2º domingo do mês e com programações especiais para esse público. 

Espaços como o Museu de Arte sacra; Museu do Forte do Castelo; Casa das Onze Janelas; Museu do Círio; Museu de Gemas; Museu da Imagem e do Som; Memorial Amazônico da Navegação, no Mangal das Garças; e Memorial do Porto, na Estação das Docas, farão parte das programações e passarão pelas adaptações necessárias para receber a todos.