Mais de 2 mil agentes atuam na Operação Carnaval por Todo o Pará 2020

21/02/2020 14h59 - Atualizada em 21/02/2020 15h52
Por Giovanna Abreu (SECOM)

Os órgãos de segurança estaduais já trabalham, de forma integrada, para garantir a diversão e a tranquilidade dos foliões de todo o Estado nesse Carnaval. Diversas ações preventivas, ostensivas, de trânsito e de orientação fazem parte da Operação Carnaval por Todo o Pará 2020, que começou nesta sexta-feira (21), e segue até o dia 02 de março. Ao todo, são mais de 2,2 mil agentes das forças de segurança atuando de forma conjunta durante o período da operação. 

“Colocamos todo o aparato disponível para a segurança pública à disposição da população paraense, seja para quem viajou para descansar, para curtir o Carnaval ou mesmo quem ficou em casa. O objetivo é proporcionar um feriado tranquilo e seguro para todos”, afirmou o Secretário Adjunto da Segup, Rômulo Rodovalho. 

Estão envolvidos na ação a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Grupamento Fluvial (GFlu), Grupamento Aéreo (Graesp), os dois últimos vinculados a Segup, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Departamento de Trânsito (Detran), além de agentes municipais como a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) e a Guarda Municipal. Os esforços concentrados contam com o total de 109 viaturas, 20 embarcações e 3 aeronaves da segurança pública atuando em ronda, fiscalização e atendimento de emergências, nas estradas, praias e balneários.

É importante ressaltar que a Polícia Rodoviária Estadual também vai incrementar o seu efetivo. “Serão mais 62 policiais militares,  8 viaturas e 12 motos nos municípios de Vigia, Marudá, Marapanim, Bragança, Salinópolis, Soure, além da Região Metropolitana de Belém. Nosso principal objetivo é atuar na fluidez do trânsito, na orientação e na fiscalização para preservar vidas”, assegura Ten. Cel. Franco, comandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV).

Já o Detran, atuará de forma mais intensiva em 16 municípios do Estado, com 140 agentes para fiscalizar e, sobretudo, para educar os condutores. “Vamos utilizar etilômetros para a fiscalização da lei seca e equipamentos de radar para controlar a velocidade dos veículos. Tudo para proporcionar a segurança no trânsito para a população do Pará”, explica o Diretor Técnico Operacional, Bento Gouveia. 

Confira dicas para ter um Carnaval tranquilo

  • Conferir as condições e documentações dos veículos;
  • Dirigir dentro dos limites de velocidade, sem a ingestão de bebidas alcoólicas e sem realizar; ultrapassagens quando houver faixa contínua. Esses são os principais causadores de acidentes;
  • Respeitar todas as pessoas, para que não ocorram situações de assédio; 
  • Evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, especialmente nos balneários, para evitar incidentes, como afogamentos.

Polícia Militar – Mais de mil homens trabalham com jornadas extraordinárias para reforçar a segurança nos municípios em que já atuam. Algumas cidades receberam reforço especial, em função do movimento expressivo registrado nesse período do ano: Salinópolis, Castanhal, Vigia, Curuçá, Bragança, Cametá, Abaetetuba, Marabá, Parauapebas e os distritos de Mosqueiro, Outeiro e Icoaraci, em Belém. 

Polícia Civil – Efetivos reforçados nas delegacias e seccionais das principais localidades. Por meio da operação integrada 'Anjo da Guarda', atuará na fiscalização de casas de shows e bares para evitar a presença de crianças e adolescentes em situação de risco. Também atuará na regularização desses estabelecimentos comerciais e na repressão à poluição sonora.

Praia Segura – O efetivo do Corpo de Bombeiros para a operação conta com 466 militares atuando nos principais balneários e praias paraenses. Serão realizadas ações de distribuição de pulseirinhas para a identificação das crianças nos locais de maior aglomeração, com o objetivo de evitar que se percam dos seus responsáveis.

Balizamento – Em Salinópolis, a atenção será redobrada neste Carnaval. Na praia do Atalaia, ocorrerão ações preventivas para coibir acidentes. A Segup, por meio do Detran, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, fará o balizamento com faixas de fluxo de veículos, criando fluxos em sentidos contrários, devidamente balizados por bandeirolas coloridas, a fim de disciplinar e resguardar a mobilidade das pessoas. Será realizado também o balizamento para evitar que veículos sejam engolidos pela maré ou outros tipos de acidentes. 

Perícia – O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC) está com os principais serviços reforçados, como criminalística e do Instituto Médico Legal, no que tange os exames de drogas, lesões corporais, perícias veiculares, patrimônios e locais de crime. O objetivo é viabilizar uma investigação mais célere para a polícia judiciária com os laudos necessários.