Seduc intensifica monitoramento do ensino para definir estratégias em sala de aula

17/02/2020 17h17 - Atualizada em 16/03/2020 20h18
Por Leidemar Oliveira (SEDUC)

Alunos da Esc.Santa Maria de Belém durante o simulado do Enem Que tipo de aprendizagem o aluno deve saber ao iniciar e terminar o ano letivo? O que o estudante precisa aprender nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática? Com base nesses questionamentos a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) passou a intensificar a partir deste ano o monitoramento do perfil de entrada e saída dos alunos da rede estadual de ensino.

Na prática, a Secretaria está aplicando um sistema de monitoramento da aprendizagem do aluno, que pode indicar caminhos e estratégias para o trabalho em sala de aula. Composto por 25 questões de Língua Portuguesa e 25 de Matemática, o Caderno de Atividades Estruturantes tem o intuito de promover o desenvolvimento de habilidades de acordo com o ano e a série. A iniciativa visa corrigir a aprendizagem de fluxo do aluno na série/ano e idade certas.

Elaborado por uma equipe de professores da Seduc, o caderno reúne um conjunto de aprendizagens, expectativas e conhecimentos adquiridos nos anos/séries anteriores (perfil de entrada) e os cursados ao longo do ano em vigor (perfil de saída). Envolve o uso de conceitos, a partir de procedimentos, em contextos específicos, para a resolução de demandas cotidianas.

“O trabalho pedagógico proposto neste caderno, transcende a mera preparação dos alunos para a realização de avaliações internas e/ou externas, mas o monitoramento das habilidades que o aluno deve saber ao iniciar e ao concluir o ano letivo”, explica o coordenador do Centro de Formação da Seduc (CEFOR), Augusto Paes.

Aplicado em todas as escolas estaduais do Pará, o caderno é direcionado aos alunos e também aos professores, que encontrarão, ao final da publicação, informações que podem auxiliar o seu trabalho, como o gabarito dos itens e sua relação com os descritores e as habilidades. Esta edição é composta por atividades para cinco semanas e já começou a ser aplicada na semana passada. A partir de amanhã (terça) o conteúdo da segunda semana já poderá ser acessado pelos professores no Portal EducaPará, no site da Seduc.

No caso do Ensino Fundamental Menor (1º ao 5º ano), o Caderno de Atividades Estruturantes tem um diferencial, pois disponibiliza, ainda, um encarte que orienta o professor a como aplicar as atividades, com vocabulário simplificado e recursos pedagógicos sugeridos para que o professor possa trabalhar em sala, estimulando, assim, o interesse e aprendizado do aluno. “São os anos iniciais da educação básica, onde ainda se faz necessário intensificar a leitura das crianças”, ressalta a coordenadora do Ensino Fundamental da Seduc, Lucidea Santos.