Governo do Pará empossa mais 581 agentes prisionais concursados

A solenidade foi marcada por muita emoção dos novos servidores e marcou o fortalecimento da segurança pública.

12/02/2020 18h06 - Atualizada em 12/02/2020 18h59
Por Dayane Baía (SECOM)

Quase 600 agentes prisionais aprovados no concurso C-199/2 da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) foram empossados nesta quarta-feira (12), no Hangar Centro de Convenções da Amazônia.

De acordo com o governador, a posse é mais um passo para o fortalecimento segurança pública. Ele também anunciou um próximo concurso na área.

“Nós estamos a cada instante fortalecendo a estratégia de segurança pública nas ruas, como também que o Estado esteja no absoluto controle das casas penitenciárias, para que nelas seja feito o cumprimento da decisão da justiça com os direitos assegurados aos custodiados, mas sem que elas estejam sob o domínio do crime. É por isso que nós estamos entregando novas vagas, garantindo a ampliação do sistema carcerário do nosso Estado e ao mesmo tempo melhorando a qualidade dos nossos servidores, prestigiando os servidores efetivos, fazendo com que estes estejam comprometidos em bem servir a sociedade paraense”, afirmou Helder.


O secretário de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos, reforçou a importância dos novos servidores para a continuidade da transformação no sistema, que por muito tempo foi dominado pelo crime organizado. “Nós só tínhamos 18 servidores concursados e em pouco mais de um ano de gestão, temos 1.452 efetivos. Estamos tranquilos e confiantes de que eles vão tomar conta das nossas unidades prisionais, fazendo avançar o controle do Estado sobre o sistema para promover também trabalho, saúde, educação e reinclusão social para cada apenado, para que volte para a sociedade na sua plenitude como cidadão ou cidadã”, afirmou o secretário.

Secretário de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos.

André Albuquerque ficou com a voz embargada. “Primeiramente, eu gostaria de agradecer a Deus pela oportunidade. Eu chego até a ficar emocionado e gostaria de agradecer também ao Governo do Estado do Pará, que com muita honra e hombridade, convocou os excedentes. Na nossa condição de excedente, é um dia muito importante para nossa vida, tomar posse no curso belíssimo. O Governo do Estado do Pará vem fazendo uma transformação dentro do cárcere no Estado”, enfatizou André. “O governo se faz presente e eu falo disso porque eu acompanho não só aqui, mas na questão educacional do Estado, com concurso. Ele está valorizando o servidor público”, complementou André.

Pablo Gustavo Silva conta que sonhava em fazer parte da segurança pública desde criança. “Hoje pra mim é um sonho realizado. Minha irmã e a minha esposa foram as que mais me apoiaram em toda essa trajetória”, afirmou. A esposa dele, Brenda Silva, estava ao lado mais uma vez na cerimônia. “Está sendo um momento ótimo pra mim, graças a Deus conseguimos depois de muitas lutas é só emoção hoje, eu tenho só agradecer a Deus, em primeiro lugar”, frisou Brenda.

Os concursados passaram por uma formação dentro dos padrões federais, estabelecidos pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

As disciplinas foram divididas em três eixos: Introdutório, Intermediário e Avançado. “Passamos momentos em que tivemos que nos empenhar muito, algumas dificuldades. É um curso relativamente puxado, mas nós tivemos determinação, empenho e conseguimos chegar até aqui. Então todos nós, com certeza, estamos muito felizes e realizados. A nossa expectativa como servidor, é de querer contribuir muito para o Estado, para o sistema prisional que vem passando por muitas transformações positivas. Nós queremos realmente somar e contribuir para a segurança tanto do sistema como da sociedade”, afirmou Ana Mata.

Os agentes prisionais serão distribuídos por todas as regiões do estado. “Foram dois anos de luta, realmente muito trabalho, uma disputa muito grande, muita gente do interior tentando entrar no Estado, pelo concurso. Hoje estar aqui, a gente não acha palavra para dizer a emoção de estar aqui na frente hoje assumindo esse cargo dentro do Estado. É muito gratificante pra gente poder fazer parte da segurança pública do Estado do Pará”, atestou Sérgio Henrique Parente.

Homenagem

Durante o evento, o governador do estado, Helder Barbalho e o vice-governador, Lúcio Vale, homenagearam o estudante Manoel Santos, com um notebook. “Emocionante receber esse presente das mãos do governador. Foi inesperado, eu estava voando, flutuando porque tem um público gigante, todo mundo me aplaudindo. É indescritível. Eu sou prolixo, mas estão me faltando palavras para descrever”, falou Manoel. O jovem de 19 anos acredita que a ascensão social é possível por meio da educação. Conciliando o trabalho em uma feira com os estudos, ele conseguiu passar em quatro instituições para o curso de Letras: na Universidade de Campinas; Universidade de São Paulo; Universidade Federal do Pará e Universidade do Estado do Pará, conquistando a primeira colocação nas três últimas.

Manoel conseguiu passar em quatro instituições para o curso de Letras e foi premiado com um notebook das mãos do governador.

“Passei por escolas públicas e eu trago isso comigo e sempre fui apaixonado por leitura, então isso facilitou nos momentos de estudos. Eu trouxe uma boa base, apesar de vir de escola pública. No último ano, eu batalhei, consegui uma bolsa integral no Cursinho  Popular e, ao passo de que eu fazia também o ensino médio e técnico no IFPA (Instituto Federal do Pará), consegui esse resultado”, lembrou Manoel, que durante a homenagem no Hangar estava acompanhado da sua mãe, Maria Clei Santos.