Emater orienta comunidade de Bujaru sobre colheita de tomate

No local existe uma Unidade Demonstrativa implantada pela Emater para orientar sobre o processo

04/02/2020 14h09 - Atualizada em 05/02/2020 12h26
Por Rodrigo Reis (EMATER)

Agricultores rurais da comunidade São Brás, município de Bujaru, região nordeste, realizaram a primeira colheita do ano do tomate da variedade Santa Cruz, cuja plantação está dentro de uma Unidade Demonstrativa (UD) implantada pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) na comunidade. A ação faz parte do projeto Pará Produtivo, da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

A economia da comunidade rural do município é baseada no extrativismo vegetal, com ênfase no manejo de açaizal, e os agricultores não tinham, há alguns anos, vocação agrícola para o cultivo de hortaliças. Foi a partir dessa demanda que a Emater implantou a UD, que abriga, também, outras variedades de hortaliças como cenoura, repolho, coentro verdão, alface e couve. Outras ainda serão plantadas: salsa, quiabo, pepino e abóbora.

Segundo Alda Remédio, engenheira agrônoma e chefe local do escritório local de Marituba, na Região Metropolitana de Belém (RMB), a Emater vai acompanhar as próximas etapas. “Todos os produtores da comunidade serão orientados quanto à conservação e armazenamento do tomate para posterior comercialização. Na UD estão sendo cultivadas também hortaliças folhosas e hortaliças frutos”, comentou. A ação contou com a orientação do técnico Patrício Reis da Emater e João Cordeiro da Sedap.

Com a UD, a proposta é criar um novo nicho de mercado de cultivo de espécies e, com isso, estimular a produção de hortaliças na região metropolitana de Belém (RMB). A Emater já implantou, por exemplo, na comunidade São Brás, um sistema de irrigação por gotejamento e canteiros para cultivos de hortaliças fruto como cenoura, tomate, pepino, repolho e pimentão.

Durante a implantação da UD na comunidade São Brás, os produtores receberam orientação sobre preparo de área, construção das instalações, cavamento e peneiramento do solo, piqueteamento, enleiramento, adubação de cobertura, polinização entre outros.

O projeto Pará Produtivo tem também o objetivo inserir tecnologias inovadoras capazes de produzir frutos saudáveis e sustentáveis. Dentro do projeto, a Emater e Sedap já implantaram 11 Unidades Demonstrativas (UD) em vários municípios paraenses.