Reunião discute andamento da implantação da Zona de Processamento de Exportações (ZPE) do Pará

As ZPEs são áreas especiais de livre comércio com o exterior em que empresas contam com acesso a tratamentos tributários, cambiais e administrativos específicos.

29/01/2020 17h10 - Atualizada em 29/01/2020 18h50
Por Igor Nascimento (CODEC)

O projeto de implantação da primeira Zona de Processamento de Exportações (ZPE) do Pará, em Barcarena, nordeste do Estado, esteve em pauta nesta terça-feira (28), durante uma reunião entre representantes da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), liderados pelo presidente do órgão, Lutfala Bitar, e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Barcarena, Jairo Castro.

O encontro foi resultado de uma solicitação de informações, por parte da prefeitura, a respeito do projeto de responsabilidade da Codec, cujo objetivo é implantar, até o final de 2020, uma área especial de livre comércio para a intensificação das exportações de produtos paraenses a partir do porto de Vila do Conde, uma das principais rotas de escoamento da produção paraense, situado nas proximidades do Distrito Industrial de Barcarena.

Na ocasião, ao apresentar detalhes técnicos, o diretor de Estratégia e Relações Institucionais da Companhia, Pádua Rodrigues, ressaltou a importância da divulgação da ZPE em feiras e eventos de negócios nacionais e internacionais, trabalho que já vem sendo realizado pela entidade, e destacou a posição geográfica do Pará e sua forte produção mineral e de energia como alguns dos principais diferenciais para atrair a atenção de investidores nacionais e estrangeiros para a iniciativa.

O secretário Jairo Castro reiterou que a administração municipal é apoiadora do projeto em razão dos benefícios para o desenvolvimento econômico e social previstos para a região, e informou que esteve recentemente no Complexo Industrial e Portuário de Pecém, no Estado do Ceará, onde funciona a única ZPE em efetiva operação no Brasil, para compreender o funcionamento e trocar experiências com a gestão cearense. 

Responsável pelo andamento do projeto no Pará, a Codec também visitou as instalações da ZPE de Pecém, no Ceará, no ano passado e participou de diversas reuniões em busca de informações que, atualmente, estão contribuindo para o desenvolvimento do plano de negócios da ZPE paraense que, além de infraestrutura e logística, também oferecerá às empresas instaladas acessos a tratamentos tributários, cambiais e administrativos diferenciados.