Com pavimentação e proteção nos pilares, Ponte União começa a ser sinalizada

A ponte, que integra o complexo Alça Viária, será entregue à população na próxima sexta-feira

28/01/2020 19h24 - Atualizada em 28/01/2020 21h07
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

Após a pavimentação, a Ponte União será sinalizada para entrar na fase de limpeza antes da inauguraçãoA Secretaria de Estado de Transportes (Setran) concluiu o asfaltamento da Ponte União, nova denominação da Ponte Rio Moju, nesta terça-feira (28), assim como a instalação dos três dolfins de proteção dos pilares da ponte, nos dois canais de navegação. Na quarta-feira (29) a obra de construção de 268 metros da ponte entra na fase de sinalização horizontal e vertical.

Segundo o titular da Setran, Pádua Andrade, na próxima quinta-feira (30), haverá a prova de carga, “na qual serão colocadas dezenas de carretas carregadas e macacos hidráulicos para teste de carga máxima no equipamento e verificação se cada parte da ponte foi construída conforme projetado”, informou o secretário.

A ponte, que foi construída de forma estaiada (com cabos de sustentação) e com dois vãos de navegação de 134 metros de largura cada um, também passará por limpeza fina, para voltar a se integrar ao complexo Alça Viária, beneficiando cerca de um milhão de pessoas que utilizam diariamente as quatro pontes ao longo da Rodovia PA-483, que interligam a Região Metropolitana de Belém e o nordeste paraense às regiões sudeste e sul.

Estruturas de proteção - A Ponte União será devolvida à população com sistema de proteção dos pilares compostos por três dolfins, que ficarão nos pilares 6 e 11, e no pilar central, denominado agora de pilar 20. Os três dolfins chegaram à ponte na última segunda-feira (27), em uma operação de navegação autorizada pela Capitania dos Portos. São estruturas gigantescas, a maior com mais de 70 metros de diâmetro.

A Ponte Rio Moju desabou em abril do ano passado após uma embarcação clandestina bater em um dos pilares. Quase 700 quilos de escombros foram depositados no fundo do rio. A retirada desse material tem sido a operação mais complexa de toda a obra da ponte. Quase 15% desse material ainda estão sendo retirados do fundo do rio. “Por conta disso, apenas um canal de navegação entre os pilares 6 e 20, o outro canal, próximo aos apoios 20 do lado do pilar 11, estará liberado depois da conclusão da retirada total dos entulhos dentro do prazo de 30 dias”, informou Pádua Andrade.

A Ponte União será inaugurada na próxima sexta-feira (31) pelo governador Helder Barbalho. Após a solenidade, estará liberada para o tráfego de veículos.