CredCidadão beneficia quase 60 microempreendedores de bairros atendidos pelo TerPaz

Com um volume de recursos superior a R$ 170 mil,o Estado permite a concretização de projetos que geram renda e empregos

23/12/2019 23h31 - Atualizada em 24/12/2019 01h25
Por Jackie Carrera (SECOM)

O governador Helder Barbalho (c), gestores do CredCidadão e beneficiados pelo programaA distribuição de microcréditos pelo Programa CredCidadão, do governo do Estado, representa um passo importante para 58 pequenos empreendedores da periferia de Belém. A cerimônia foi realizada na tarde de segunda-feira (23), no Palácio do Governo, em Belém, pelo governador Helder Barbalho, que fez a entrega simbólica dos recursos aos microempreendedores, os quais totalizam R$ 170.900,00.

A iniciativa faz parte das ações do Programa Territórios pela Paz (TerPaz) nos bairros do Guamá e Terra firme. “A valorização do empreendedorismo é fundamental para garantir crédito ao pequeno empreendedor, e que este crédito possa ser revertido em oportunidades econômicas nas comunidades. Por isso que, dentre as ações do ‘Territórios pela Paz’, o CredCidadão é absolutamente estratégico”, ressaltou Helder Barbalho.Na solenidade, Helder Barbalho destacou o volume de recursos investidos este ano no programa

O microcrédito é concedido com juros bem abaixo dos praticados em mercado e visa incentivar as atividades do pequeno comércio, gerando renda e emprego. “No ano de 2019 nós chegamos à marca de R$ 7.814.000,00 disponibilizados, o que permite que estes recursos estejam sendo multiplicados, à medida em que o empreendedor consegue comprar uma máquina, um equipamento, ter um capital de giro pra investir, ter sucesso e garantir oferta e desenvolvimento nas comunidades”, reiterou o governador.

O diretor-geral do CredCidadão, Tércio Nogueira, afirmou que o Estado dá oportunidades de crescimento a pessoas mais carenteSegundo o diretor-geral do Programa CredCidadão, Tércio Nogueira (Soldado Tércio), “nós estamos encerrando um ano com muitos créditos entregues, sobretudo em Marituba (município da Região Metropolitana de Belém) e nos bairros do Icuí, Terra Firme, Guamá e Cabanagem. Isso demonstra que o Estado vem dando condições para que pessoas mais carentes tenham oportunidades de crescimento. Com esse benefício, a gente consegue gerar renda, emprego e fomentar melhor a qualidade de vida das pessoas”, reforçou o gestor do programa.

Projetos de ampliação - Oportunidade de crescimento que vai permitir a concretização de muitos projetos para Milane Correia, que há quatro anos tem um mercadinho na Avenida Perimetral, bairro da Terra Firme. Ela disse que já sabe o que fazer com o crédito recebido. “Quero ampliar o negócio. Eu sou do ramo dos alimentos, mas a demanda cresceu e pretendo investir, ali mesmo, no ramo da construção. Eu já tinha planos, mas não tinha crédito ainda pra abrir. Esse dinheiro veio em boa hora, pois 2020 é um ano pra continuar trabalhando”, disse a microempreendedora.Milane Correia vai usar o recurso para expandir seu ramo de atuação

A entrega do benefício foi o melhor presente de Natal para Benedito Alvarez. O comerciante também queria ampliar o pequeno negócio que mantém na feira do Guamá. “Eu vendo esmaltes, maquiagem, produtos industrializados para manicures e salão de beleza. Esse crédito é muito bom. Vai dá pra pagar as parcelas tranquilamente. E agora estou pensando em crescer, aumentar o negócio. Tenho certeza que o retorno é garantido e, mais adiante, vou poder ter um ponto maior”, ressaltou.O comerciante Benedito Alvarez também vai ampliar o pequeno negócio na feira do Guamá

A solenidade de entrega de microcrédito também contou com a participação do presidente do Banpará (Banco do Estado do Pará), Brasilino Assunção. A instituição bancária é parceira do programa.