Boas práticas de gestão aprendidas no Japão são disseminadas no Pará

Servidores beneficiados pela parceria Governo e Jica agora são multiplicadores do conhecimento recebido no país japonês

20/12/2019 10h56 - Atualizada em 20/12/2019 11h26
Por Jeniffer Galvão (SECTET)

Após dois meses de capacitação no Japão, fruto da parceria entre o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), e a Japan International Cooperation Agency (Jica), servidores públicos do Estado agora repassam informações, sendo multiplicadores do conhecimento recebido no país japonês.

Na última quarta-feira (18), o diretor de Ciência e Tecnologia (DCT) da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), Demethrius Lucena, ministrou palestra para concluintes do curso Empretec, promovido pelo Sebrae no Pará. Deméthrius fez o curso “Desenvolvimento industrial regional considerando recursos locais”, no Japão, no período de 31/08/2019 a 03/10/2019.

Na palestra “Empreendedorismo no serviço público”, o diretor da Sectet abordou temas como a valorização e estratégias de planejamento inovadoras. "Trouxemos as estratégias aprendidas durante o curso no Japão para complementar os conhecimentos dos participantes. São ferramentas que já estão sendo utilizadas na execução das ações da nossa diretoria na Sectet”, relata Demethrius. Ele destaca ainda que “investir no profissionalismo e respeito aos servidores públicos deve ser o principal pilar da gestão pública 4.0”.

Parceria – Também por meio da parceria do governo do Estado com a Jica, outra servidora da Sectet fez o treinamento no Japão. Tânia dos Santos Santana, da Diretoria de Educação Profissional e Tecnológica (Detec), participou do curso “Melhoramento da gestão de formação em instituições de educação profissional”, realizado de 28/10/2019 a 29/11/2019.

Para que pudessem participar dos treinamentos, Demethrius Lucena e Tânia Santana passaram por processos seletivos que atenderam a critérios estabelecidos pela própria Jica. A Seplad foi a encarregada de receber os documentos dos interessados pelo estado do Pará e encaminhá-los à agência japonesa, responsável pela seleção nacional dos candidatos e divulgação do resultado final.