Breves e Barcarena passam a contar com Guia do Investidor

Logística, infraestrutura, atividades agrícolas, industriais, serviços públicos, incentivos fiscais estaduais e linhas de crédito disponíveis serão amplamente destacados na publicação.

17/12/2019 17h26
Por Igor Nascimento (CODEC)

Nas ocasiões, estiveram presentes o presidente da Codec, Lutfala Bitar, acompanhado de diretores e gerentes da instituição; o prefeito de Breves, Toninho Barbosa; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Projetos e Convênios de Breves, Bruno Ferro, e o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Barcarena, Jairo Castro, que representou o prefeito Paulo Alcântara.

Publicação eletrônica elaborada pela Codec reúne informações socioeconômicas e de infraestrutura para nortear investidores interessados em realizar negócios nos municípios paraenses.

Com o objetivo de tornar os municípios do Pará mais atrativos para receber investimentos, a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) realizou, na segunda-feira (16) e nesta terça-feira (17) lançamentos dos Guias do Investidor dos municípios de Breves, localizado no arquipélago do Marajó, e de Barcarena, no nordeste paraense. 

Durante as reuniões, que ocorreram na sede da Codec, em Belém, o titular da Companhia estadual ressaltou aos representantes dos dois municípios a importância do desenvolvimento da ferramenta e da disponibilidade da publicação no ambiente digital.

“Estamos em um momento em que a internet é o ambiente mais adequado para a disponibilização de materiais como esse, pela rapidez e facilidades de acesso que oferece. Com a publicação dos Guias do Investidor, nossa intenção é divulgar nossas principais vocações econômicas, de acordo com cada região do Estado, e aumentar as chances dos nossos municípios se tornarem destino para esses investimentos”, explicou o presidente da Codec, Lutfala Bitar. 

O prefeito de Breves, Toninho Barbosa, ficou satisfeito em receber o material e ressaltou a importância do fortalecimento da imagem de Breves como destino para investimentos. “O Guia do Investidor de Breves vem para fortalecer ainda mais o desenvolvimento do Marajó, principalmente de Breves como cidade em desenvolvimento. Quem for investir no Marajó e queira investir em Breves vai, com esse Guia, ter acesso a todas as informações necessárias para implantação e hoje, inclusive, já temos empresas no nosso município que só puderam se implantar com acesso a informações como essas. Por isso, agradecemos a equipe da Codec pela produção desse material e ao governador Helder Barbalho, que tem dado atenção especial a Breves, sempre levando boas notícias para a nossa região”, disse o prefeito. 

Para o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Barcarena, Jairo Castro, a entrega do material representou um momento histórico para o município. “Sabemos que Barcarena é estratégica para o desenvolvimento do Estado e que tem relevância no âmbito nacional e internacional, então a elaboração de um guia de negócios nesse contexto é de extrema importância para que os investidores saibam onde eles estão chegando. Nesse sentido, o reforço à infraestrutura para receber todos esses investimentos são necessários, por isso temos expectativa pela implantação tanto da ZPE [Zona de Processamento de Exportações] quando a Ferrovia Pará, que chegará lá”, afirmou Jairo Castro.

Conteúdo - Com informações gerais como extensão territorial, população e índices de desenvolvimento, os Guias do Investidor destacam logística, infraestrutura, atividades agrícolas, industriais, serviços públicos, incentivos fiscais estaduais e linhas de crédito disponíveis para auxiliar investidores na decisão quanto ao melhor destino para empreender. 

Em Barcarena, a publicação evidencia, além da existência do Distrito Industrial local, projetos em curso no âmbito do Executivo Estadual como da Zona de Processamento de Exportações (ZPE), área industrial especial voltada principalmente para exportação de bens com diferenciais tributários, e da Ferrovia Pará, que interligará o porto de Vila do Conde, em Barcarena, no nordeste do Estado, a municípios do sudeste paraense como Marabá e Parauapebas, e de lá até Açailândia, no Maranhão, com a Ferrovia Norte-Sul.

O Guia de Breves, entre as razões para investir no município que apresenta o maior Produto Interno Bruto (PIB) da Região do Marajó, destaca o projeto de Distrito Industrial, em andamento por parte da prefeitura em parceria com a Codec, com a previsão de 202 hectares para a implantação de empreendimentos industriais, e diversos novos investimentos previstos pela gestão municipal até 2020. Outros destaques evidenciados são oportunidades de investimentos na verticalização da produção do açaí, extração de madeira, palmito, pescado, essências e sementes. 

Todos os Guias do Investidor estão disponíveis no site: investpara.com.br