Santarém se torna o destino mais buscado em sites de viagens

Mais de 10 operadoras de turismo já se estabeleceram no Estado, este ano, entre elas duas estrangeiras

11/11/2019 12h39 - Atualizada em 12/11/2019 09h49
Por Jackie Carrera (SECOM)

Quem sonha em casar na praia sempre pensa em um cenário paradisíaco, se possível, em destinos internacionais. Mas a “descoberta” de lugares encantadores dentro do Estado do Pará tem mudado os planos de turistas brasileiros.

É o que aconteceu com a publicitária paraense, Estefânia Costa, que está noiva e planeja casar em Alter do Chão, em Santarém. “A princípio pensamos em casar no Caribe, mas depois surgiu a pergunta ‘porque não no Pará que tem praias tão bonitas? E tem tudo a ver com a gente. Eu já fui várias vezes pra lá, duas delas com o meu noivo. Amamos o lugar, o banho quentinho de água doce. Tenho uma pasta no meu computador com pesquisas de casamentos que já foram feitos lá. Em breve queremos realizar esse sonho”, disse Estefânia.

E a publicitária acertou em cheio na escolha, afinal, a vila de Alter do Chão com sua famosa praia do Amor, é considerada o Caribe brasileiro. Além do banho de água doce do Rio Tapajós e do pôr do sol esplêndido da região, o lugar ainda reserva muito passeios e aventuras pelo lago dos muiraquitãs e por outras praias como a de Ponta de Pedras.

A gastronomia local também atrai os visitantes. Estefânia cita ainda as iguarias da região que fariam parte do buffet de casamento, tais como o tambaqui, pirarucu fresco e o famoso 'charutinho'. E as festas populares, muito bem representada pela Festa do Çairé, também fazem parte desse atrativo exótico que aguçam a curiosidade e divertem os turistas.

Motivos não faltam para conhecer o lugar, por isso, no ano passado, Santarém recebeu mais de 237 mil turistas, injetando na economia local cerca de R$ 176 milhões. Desse quantitativo de turistas, 20 mil são estrangeiros. A maior parte dos Estados Unidos (26%), seguida do Japão (9,7%) e Chile (9,4%).

Ganhando cada vez mais notoriedade nos noticiários nacionais e internacionais, Santarém volta a ser destaque: A ‘Pérola do Tapajós’ foi eleito o destino mais procurado para viagens nacionais em 2020.

O título foi dado por um dos maiores aplicativos de buscas de voos e hotéis da América Latina, que opera no Brasil há dois anos. De acordo com uma análise que cruzou dados de mais de 100 sites globais e locais, houve aumento de 54% entre viajantes brasileiros para Santarém. A ferramenta é acessada por cerca de 3,5 milhões de usuários todos os meses.

O reflexo disso no turismo da região já está sendo sentido pela rede hoteleira de Santarém. Atualmente, Santarém conta com 36 hotéis. Alter do Chão possui quatro hotéis, mas há também na vila 50 pousadas. As praias de Ponta de Pedras e Pajuçara contam com mais quatro. As diárias no setor hoteleiro local custam em média R$ 120. Já a média de preço de diárias dos hotéis é de R$ 150.

Segundo Paulo Barrudada, dono de um dos principais hotéis de luxo da "Pérola do Tapajós", o ano deve fechar com um acréscimo de 40% no faturamento.

“De julho para cá estamos mantendo uma boa ocupação, com uma movimentação frequente de turistas. Esse é um movimento que há muito tempo não acontecia. O crescimento do turismo de negócio em Santarém é uma surpresa animadora. Neste mês de outubro tivemos quatro eventos nos nossos salões, com participação de entidades nacionais, uma delas com 750 pessoas de várias partes do país”. Paulo Barrudada, dono de hotel.

O empresário da rede hoteleira afirma que os turistas buscam aproveitar esses eventos para conhecer as peculiaridades do local, como a culinária, a pesca esportiva, as caminhadas ecológicas, a prática do turismo de aventura e, claro, as praias.

Ações de fomento ao turismo - Segundo o secretário de turismo do Pará, André Dias, isso é resultado de várias ações que estão sendo realizadas para inserir o Pará entre os principais destinos para turistas de dentro e fora do país. 

“Estamos investindo fortemente em venda, em atração de negócios, em qualificação, em estruturação de novos produtos, em melhoria dos produtos que já existem. Para se ter uma ideia, em anos anteriores investiu-se em apenas cinco press-trips. Só este ano já fizemos 14, e vamos fechar o ano com 20. Quadruplicamos o investimento nesse tipo de promoção”. André Dias, secretário de turismo.

A Setur também dinamizou o segmento com a realização de mais Fam tours (viagens de familiarização), trazendo para o Estado 11 operadoras de turismo, sendo duas estrangeiras. E a previsão é que a partir do ano que vem sejam lançados pelo menos 10 novos vôos regionais no Estado. Os investimentos em infraestrutura turística são da ordem de R$ 50 milhões.

“É esse trabalho que nos coloca em um ciclo virtuoso de investimento-atração e turística-investimento. E assim ter condição de ultrapassar a marca de 1 milhão de turistas/ano no Estado”, diz o titular da Setur.