Estudantes aprovam gratuidade nos ônibus em dia de Enem

A medida ajudou milhares de paraenses e garantiu comodidade aos candidatos.

10/11/2019 17h54 - Atualizada em 13/11/2019 18h25
Por Governo do Pará (SECOM)

O estudante Bruno Rodrigues é morador do bairro do Coqueiro, em Belém, e concorre a uma vaga em Licenciatura em Filosofia por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Enquanto aguarda o ônibus no ponto mais próximo de sua residência, ele comenta sobre o fato de ter transporte gratuito disponível para ir até o bairro do Telégrafo, onde está agendada sua prova.

“Minha mãe quase não acredita quando disse que não pagaria passagem para fazer a prova. É uma ação que ajuda muito os estudantes num dia tão importante”, comenta o estudante sobre a gratuidade dos ônibus garantida para os participantes da segunda etapa do Enem, neste domingo (10).A iniciativa é resultado de acordo firmado entre o Governo e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belém (Setransbel). Bruno lembra a reação dos colegas ao compartilhar a novidade. "Avisei todos os meus amigos que também estão inscritos no exame. Todos gostaram muito, principalmente quem mora longe do local de prova e precisa pegar dois ônibus”.

É o caso de Izabela Santos, que busca uma vaga no curso de Pedagogia. Para chegar até a escola registrada para fazer sua prova, a estudante notou que o melhor trajeto seria a combinação de duas linhas diferentes.

“Ajuda demais não precisar pagar passagem nesse dia. Tenho amigos que estão na mesma situação e adoraram quando souberam da gratuidade para quem vai fazer o Enem”, lembra. Regiani Souza, mãe de Izabel, complementa a reação positiva.

“Foi uma boa surpresa. É um incentivo não somente para quem vai fazer a prova, mas também para os pais que querem acompanhar os filhos, como é o meu caso”, ressalta Regiani, ao lado de Izabel.Para ter acesso à gratuidade de transporte no segundo dia do Enem, é necessário que estudante apresente o cartão “Passe Fácil Estudantil” ativo para registro no validador do transporte. Atualmente, quase 300 mil estudantes estão com cartões ativos, na região metropolitana de Belém, em um sistema que integra 2 mil ônibus operados pelas empresas associadas ao Setransbel. Além da capital, a medida também se estende aos candidatos que realizarão as provas nos municípios com o sistema de bilhetagem eletrônica, como Marabá, Castanhal, Tucuruí e Santarém.

Enem por todo o Pará – Para garantir que o processo de aplicação da prova da segunda etapa do Enem transcorra normalmente, cerca de 2,2 mil policiais militares atuam na Região Metropolitana e no interior do Estado. O planejamento das ações de policiamento é continuidade da “Operação Enem Por Todo o Pará”, realizado pelo Departamento Geral de Operações (DGO) da Polícia Militar.

Todos os 19 Comandos de Policiamento Intermediários da Polícia Militar participam da operação em conjunto com forças de segurança municipais, estaduais e federais para as ações de segurança em torno dos 694 locais de prova distribuídos em 75 municípios paraenses. Para auxiliar a realização do trabalho, viaturas da região metropolitana de Belém, Castanhal e Marabá estão marcadas com adesivos especiais que identificam a Operação para o dia do Exame.

Carlos Eduardo, capitão da PMPA“A Polícia Militar do Pará está empenhada em todos os segmentos da ordem social, incluindo a valorização da educação, que é uma das principais ferramentas de desenvolvimento da sociedade. Isso vai além do policiamento ostensivo. Envolve o incentivo, a segurança e a orientação dos estudantes para que façam uma boa prova”, destaca Carlos Eduardo, capitão da Polícia Militar.

Além de evitar que infrações e outros delitos atrapalhem o bom andamento do segundo dia do Enem, os policiais atuam no direcionamento dos candidatos ao local agendado para o certame, dentro do horário previsto.