Curso ensina estudantes e professores a fazer e manter hortas nas escolas

Na primeira etapa, serão beneficiados 10 colégios da rede estadual localizados nos bairros do Terpaz

01/11/2019 11h39 - Atualizada em 01/11/2019 14h55
Por Jeniffer Galvão (SECTET)

Treinamento está sendo ministrado pelo Senar em oito unidades de ensino de Belém e duas de MaritubaEstudantes e professores de 10 escolas da rede estadual estão aprendendo a fazer hortas. O curso faz parte do projeto “Cinturão Verde nas Escolas”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) e pela Fundação de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa). Nessa primeira etapa, estão sendo contemplados colégios localizados nos bairros que recebem ações do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz).

O curso de 40 horas está sendo ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em oito escolas de Belém e duas de Marituba. Participam das aulas teóricas e práticas, realizadas no contra turno, 20 estudantes e um professor de cada unidade de ensino. “São os alunos mesmos que manifestam interesse em participar do projeto e tem sido grande a procura. Já estamos fazendo até lista de espera”, comemora a coordenação do projeto, Charles Souza.

Merenda – O objetivo maior é envolver toda a comunidade escolar, inclusive os pais, na produção orgânica de alimentos que poderão ser usados na própria merenda e até mesmo distribuídos na comunidade. Para isso, as escolas recebem, além do treinamento, todos os insumos necessários (sementes, adubos, ferramentas) e acompanhamento técnico por dois anos.

Escolas terão acompanhamento técnico por dois anosCharles informa que as visitas nas escolas serão feitas todos os meses por equipes da Sectet e do Senar. “Nós iremos acompanhar de perto o desenvolvimento das hortas, sempre dando as orientações técnicas necessárias para a manutenção da produção de alimentos de boa qualidade”, afirma o servidor da Sectet.

Fases – A primeira fase de realização dos cursos e preparação das hortas teve início na segunda quinzena de outubro em dez escolas. A partir da segunda quinzena de novembro, outras dez entram no calendário de implantação do projeto.

Todas os colégios foram visitados previamente pela equipe para a verificação do espaço adequado para a plantação das hortas. “Nesse primeiro momento, estão sendo atendidas unidades de ensino que estão nos bairros do TerPaz. Depois, iremos estender o projeto a outras escolas de Belém e Região Metropolitana que tenham espaço adequado e interesse em participar”, garante Charles Souza.