Cohab quer acelerar as obras do Residencial Taboquinha, em Icoaraci

18/10/2019 17h17 - Atualizada em 18/10/2019 19h42
Por Bernadete Barroso (COHAB)

A comitiva verificou o andamento das obras, que devem beneficiar 1.800 famíliasO Governo do Pará vem trabalhando, por meio da Companhia de Habitação (Cohab), para garantir a continuidade das obras do Residencial Taboquinha, no Distrito de Icoaraci, pertencente ao município de Belém. As obras na poligonal 1E Núcleo Urbano Taboquinha, compreendendo as ruas do Cruzeiro, 15 de Agosto, 2 de Dezembro e Pimenta Bueno, estavam em ritmo lento desde dezembro de 2018, devido a pendências administrativas que causaram a paralisação dos pagamentos. O residencial integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

O presidente da Cohab, José Scaff Filho; os diretores Raphael Brando (Administrativo e Financeiro); Cláudio Mutran (Técnico); Luiz André (de Programa Especial de Moradia) e Eduardo Nascimento (de Política Habitacional), e ainda assessores, visitaram as obras com o apoio técnico da empresa responsável pela execução e andamento dos trabalhos.O projeto tem cerca de 750 novas unidades habitacionais

José Scaff Filho fez um levantamento in loco da situação atual das obras. Ele conversou com moradores da área e determinou aos diretores agilidade, para que todas as etapas técnicas, financeira e processual sejam cumpridas, e as obras, concluídas. “O Governo do Estado, através da Cohab, desde o início do ano vem trabalhando para recolocar em ordem todas as demandas que estavam paralisadas pela má gestão anterior. Estamos trabalhando, incansavelmente, para que as obras do PAC e a Regularização Fundiária comecem a ser finalizadas”, informou o presidente da Companhia.

Infraestrutura - “A comunidade já pode contar com a Ponte do Cruzeiro, para que os barcos dos pescadores da região possam voltar a atuar, além de um sistema de tratamento de esgoto, rede de abastecimento de água e ainda pavimentação de ruas com um centro comunitário e áreas de lazer”, disse o diretor Técnico Cláudio Mutran.Gestores e equipe técnica da Cohab e da empresa executora das obras

O diretor Eduardo Nascimento informou que o Projeto Taboquinha abrange uma área de 294.734,60 metros quadrados, e deve atender 1.800 famílias, com cerca de 750 novas unidades habitacionais, onde será necessário o aporte de R$ 10.889.978 para finalização das obras.

“O projeto contempla a construção de moradias e infraestrutura urbana (pavimentação, rede de esgoto com Estação de Tratamento e três Elevatórias, rede de água, drenagem de água pluvial e rede de energia elétrica). Um dos destaques é a construção da Ponte do Cruzeiro, com 51 metros de extensão, e a recuperação ambiental em torno do Igarapé Tabocal, que compreende Lago 1 (Cubatão), Lago 2 e Lago 3, propiciando a retomada das atividades dos pescadores da área”, acrescentou o diretor.

Além das unidades habitacionais, o projeto inclui a urbanização da área