Seac lançará painel para monitorar ações do 'Territórios pela Paz'

17/10/2019 15h56 - Atualizada em 17/10/2019 17h07
Por Marta Brasil (SEAC)

A equipe de Coordenação da Câmara Técnica Intersetorial da Secretaria de Estado de Articulação da Cidadania (Seac) lançará, nos próximos dias, o Painel de Monitoramento de Gestão, que vai permitir o acompanhamento e a ampla visualização do andamento das ações das Secretarias de Estado nos sete bairros contemplados pelo Programa Territórios pela Paz (TerPaz). Lançado no último dia 12 de junho, com ações de segurança no bairro da Cabanagem, em Belém, sob o gerenciamento da Seac, o programa é uma das estratégias do governo do Estado para o enfrentamento da violência em áreas de vulnerabilidade social na Região Metropolitana de Belém.

A Câmara Técnica Intersetorial da Seac organiza, monitora e elabora relatórios sobre as ações do programaCabe à Câmara Técnica Intersetorial da Seac organizar, monitorar, elaborar relatórios, analisar e avaliar o processo de execução dos projetos e ações desenvolvidos no âmbito do TerPaz. Mais de 30 secretarias e órgãos já apresentaram projetos de ações para os territórios, que já foram consolidados e agora passam por uma etapa de organização em áreas temáticas na Câmara Técnica Intersetorial.

“Desde o início sentimos a necessidade de uma ferramenta de gestão que atendesse às demandas específicas do TerPaz, para organizar, monitorar, elaborar relatórios, analisar e avaliar o processo de execução dos projetos e ações. A elaboração de um software que respondesse a essas demandas, se encomendado a empresas privadas especializadas, iria levar muito tempo para ser entregue. Assim, decidimos desenvolver um software com nossa equipe interna de técnicos”, informou Alejandro Jelvez, coordenador da Câmara Técnica Intersetorial do programa.

Tecnologia - Diante das necessidades, a equipe desenvolveu uma estrutura de gestão utilizando o software Microsoft Project, que permite o acompanhamento da ação, monitorando passo a passo os objetivos, metas, ações, indicadores, impactos e resultados, gastos/investimentos e o cronograma executado. A Prodepa (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Pará) fornecerá a licença da Microsoft.

“O monitoramento é uma função inerente à gestão das políticas públicas, devendo ser capaz de prover informações sobre o programa para seus gestores, permitindo a adoção de medidas corretivas para melhorar sua operacionalização”, reiterou Alejandro Jelvez.Alejandro Jelvez, coordenador da Câmara Técnica Intersetorial do TerPaz

A partir do Microsoft Project será possível alimentar o painel de monitoramento e gestão do TerPaz, tornando o programa mais transparente e de fácil acompanhamento, tanto para gestores quanto para a população em geral. O painel de monitoramento deverá ser lançado ainda em outubro.