Reforma e adequação de Terminal Hidroviário vai potencializar turismo em Soure

07/10/2019 11h50 - Atualizada em 07/10/2019 12h24
Por Bruno Magno (CPH)

Terminal de Soure, no MarajóConhecida como a "pérola do Marajó", a cidade de Soure tem forte potencial turístico que, em breve, vai ser impulsionado com a reforma do terminal hidroviário de passageiros e cargas do município. Nesta segunda-feira (7), a Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) e a prefeitura do município assinaram, em Belém, o termo de cooperação técnica que prevê elaboração de projeto básico e executivo de reforma e adequação do espaço. O projeto tem prazo de 12 meses para ser concluído.

"Queremos proporcionar cada vez mais conforto e segurança para os usuários que utilizam o modal hidroviário no Pará, e para isso, estamos reformando os terminais hidroviários do Marajó, em recomendação do governador Helder Barbalho. São obras que vão desenvolver o turismo e a economia nesta região", observa Abraão Benassuly, presidente da CPH.

Para o prefeito de Soure, Carlos Augusto Gouveia, a futura reforma vai desenvolver o turismo no município, que costuma receber até 20 mil visitantes durante as férias escolares de julho. "O terminal vai ser muito importante para a cidade, pois acreditamos no turismo como a principal fonte de desenvolvimento da região. Então, uma readequação e uma nova estrutura do terminal hidroviário, fará com que possamos receber melhor o nosso turista e organizar o embarque e desembarque de passageiros entre Soure e Salvaterra", explica.

A ideia da gestão municipal é que, com o futuro terminal, navios que fazem cruzeiros possam incluir o Marajó em sua rota. "Nosso desejo é que possamos receber estes grandes navios e transatlânticos na nossa região. Hoje eles passam próximo mas não há parada", complementa o gestor municipal.

O prefeito municipal ao lado do presidente da CPHSoure - Localizado a 80 quilômetros de Belém, Soure tem uma população de 25 mil habitantes. A cidade é uma boa pedida para os amantes das praias de água doce e aqueles que gostam de apreciar a natureza com manguezais, igarapés, furos de rios e fazendas. Os búfalos, animais que já fazem parte da paisagem local, são uma das maiores atrações turísticas da cidade. Mas as praias também encantam os visitantes. A do Pesqueiro exibe dunas que se espalham por quase toda sua extensão, já na de Araruna, Soure revela seu lado selvagem.

Projetos – Das cidades do Marajó, os municípios de Cachoeira do Arari, Portel e Breves também já assinaram o termo de cooperação técnica para elaboração dos projetos básicos e executivos para futuras reformas dos espaços.