Piscicultores de Conceição do Araguaia recebem crédito rural inédito

27/09/2019 10h26
Por Aline Miranda (EMATER)

Em um município com inclinação quase exclusiva para a pecuária de corte e de leite, dois projetos da Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará), da área de psicultura, de Conceição do Araguaia foram selecionados para receber crédito rural da linha “Mais Alimentos” do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para financiar o cultivo de tambaqui em tanque escavado.

A atividade, com custeio e investimento pelo Banco do Brasil (BB), gera um complemento de renda com lucro de cerca de 30% e ainda incrementa a alimentação, por meio saudável e de qualidade das próprias famílias produtoras. A despesca é escalonada e significa um volume de mais de 150 toneladas por ano, consumidas nas propriedades e comercializadas em supermercados e feiras.

Já este mês, os piscicultores contemplados recebem entre R$ 100 mil e R$ 120 mil, ambos para expandir o número de tanques que mantém, construindo novos.

De acordo com o chefe do escritório local da Emater em Conceição, o técnico em agropecuária Leandro Santos, só este ano, projetos da Emater já captaram mais de R$ 3 milhões em recursos de crédito rural para a agricultura familiar. A expectativa é que no fim de 2019 esse número ultrapasse o total de R$ 5 milhões.

“Apenas é possível sair do monopólio da pecuária e diversificar atividades que valorizem ambientalmente as propriedades e que também fortaleçam a premissa da segurança alimentar se provarmos a viabilidade tecnológica e econômica se for realmente válido para o agricultor dispor de seu tempo, território e mão-de-obra”, resume.