Obras de asfaltamento da PA-252 devem ser concluídas até o final do ano

27/09/2019 10h09 - Atualizada em 30/09/2019 09h35
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

Via é importante rota de escoamento da produção paraenseImportante rota de escoamento da produção paraense, a PA-252, no nordeste do Estado, deve ser totalmente asfaltada até o final deste ano. A estrada tem seu início no porto da cidade de Abaetetuba e chega até a PA-483, a Alça Viária, no município do Acará. Durante seu percurso, intercepta as rodovias PA-151, PA-475, PA-140, PA-127, BR-010, PA-124 e a PA-108.

A PA-252, que é uma via alternativa para quem acessa as regiões sul e sudeste no Pará, tem sido bastante demandada desde abril deste ano, quando umas das pontes da Alça Viária (rio Moju) foi derrubada por uma embarcação clandestina. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, cerca de 800 veículos ao mês utilizavam toda a extensão da Alça Viária.

A rota de escoamento, que no início do ano estava em péssimas condições de trafegabilidade, acessa além de Abaetetuba os municípios de Moju, Acará, Concórdia do Pará, São Domingos do Capim, Ipixuna do Pará, Mãe do Rio, Nova Esperança do Piriá e Cachoeira do Piriá.

Com 76 quilômetros de extensão, nessa empreitada, estão sendo asfaltados 63 quilômetros de rodovia. Os 13 restantes já estão pavimentados, mas receberão antes da inauguração nova camada de asfalto. O trabalho foi dividido em dois trechos: o primeiro vai da Rodovia Perna Sul à Vila de Castanhandeua, no Acará, e o segundo trecho fica entre a Vila de Castanhandeua e a rodovia PA-475, já no município de Moju.

A obra está dividida em dois lotes, sendo que o primeiro, que vem pela Perna- Sul, está com três frentes na execução do trabalho de construção da base e sub-base, além de abertura e terraplanagem no quilômetro 17. Homens trabalham ainda na conformidade da cabeceira da ponte com troca de solo e drenagem. No local, duas pontes de concretos já foram construídas. O prazo de conclusão do primeiro lote é até dezembro de 2019, gerando emprego para 180 pessoas.

No segundo lote, que vem por Moju, o trabalho ocorre em cinco frentes com mais de 200 operários, que fazem abertura lateral, asfalto, drenagem, terraplanagem com base e sub-base. Também estão sendo executados serviços de terraplenagem, sub-base e base até o km-12. No local, homens trabalham ainda para concluir a última ponte de concreto. O segundo lote tem prazo de finalização para dezembro deste ano.

O titular da Setran, Pádua Andrade, afirma que o asfaltamento da PA-252 é mais uma das 82 frentes de trabalho que geram emprego e proporcionam melhoria para a malha rodoviária do Estado. “As obras mobilizam 380 operários e devem ser concluídas no final deste ano, em um investimento de mais de R$ 86 milhões para mais uma importante rota alternativa de escoamento da produção do Pará”, disse.