Trabalho de lançamento de drenagem na BR-316 segue ritmo intenso

26/09/2019 13h45 - Atualizada em 26/09/2019 14h46
Por Michelle Daniel (NGTM)

Serão implantadas quatro faixas de rolamento por sentido da rodovia, três para o tráfego geral e uma exclusiva para o BRT.Noite e dia, uma equipe com cerca de 40 trabalhadores atua no serviço de lançamento de drenagem na BR-316, que ocorre na rua Celestino Rocha, na altura do km 4, sentido Belém-Ananindeua. A ação foi iniciada em agosto como importante etapa que antecede a drenagem que será, em breve, executada ao longo dos primeiros 10,8 km da rodovia (do Entroncamento a Marituba), parte das obras de requalificação da BR, executadas pelo Governo do Pará, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).

A previsão é que no dia 12 de outubro o serviço seja concluído e a via liberada para o tráfego. Para cumprir o cronograma, a equipe trabalha de 7h às 2h da madrugada. Foi necessária a interdição parcial da rua Celestino Rocha. Durante o período de bloqueio, foi construído um acesso provisório pela área da antiga Arena Yamada, para dar maior comodidade às pessoas que precisam ir ao cemitério Recanto da Saudade, por exemplo.

Previsão é que no dia 12 de outubro a obra seja concluída e a via liberada para o tráfegoO diretor de obras do NGTM, Alberto Matta, explica que, para estruturar a drenagem das águas de chuvas da BR, é necessário conduzi-la para um destino final. “A rua Celestino Rocha possui um trecho que vai receber as tubulações em caixa do lançamento de parte dessa drenagem em um campo hídrico, que vai chegar até o Lago Bolonha. O local é o extravasor natural das bacias daquela área. Para isso, o NGTM está executando uma rede de cerca de 200 metros de tubulações que possuem 1,5 metros de diâmetro [para suportar a demanda das chuvas na BR]”, detalha.

Matta diz ainda que a execução da obra é um serviço complexo, pois a profundidade que as tubulações são colocadas, em torno de 4 metros, requer cuidados especiais de contenção dos aterros, para que não haja acidentes, “o que traz velocidade ao trabalho que precisa respeitar essa característica de uma obra de drenagem profunda”.

De acordo com o diretor-geral do NGTM, Eduardo Ribeiro, o lançamento de drenagem executado na rua Celestino Rocha é o quinto dos sete que estão previstos, conforme o cronograma de obras. “A etapa é de extrema importância, pois dará a possibilidade de execução da nova pavimentação e faz parte das obras de requalificação da rodovia, que trarão mais condições de trafegabilidade”, afirma.

Equipe atua de 7h às 2h da madrugada na rua Celestino Rocha, que precisou ser interditada para realização do serviço.

BR-316 – No dia 15 de janeiro deste ano, o Governo do Pará começou a executar as obras de requalificação da BR-316, que vai do Entroncamento a Marituba. O serviço vai otimizar a mobilidade interna aliado à necessidade de um sistema eficiente de transporte público por ônibus na Região Metropolitana de Belém.

Serão implantadas quatro faixas de rolamento por sentido da rodovia, três para o tráfego geral e uma exclusiva para o BRT (Bus Rapid Transit) Metropolitano; ciclovias nos dois sentidos e calçadas arborizadas com 2,5 metros de largura; faixa de piso tátil, rampas de acessibilidade e paisagismo.

Também serão instaladas 26 estações de passageiros (em ambos os sentidos) e 13 passarelas de pedestres com acessibilidade ao longo de 10.8 km. Além disso, estão previstos dois terminais de integração (Ananindeua e Marituba); o Centro de Controle Operacional (CCO); quatro túneis de acesso subterrâneo aos terminais exclusivos para os ônibus do BRT Metropolitano.