Reunião na Segup define detalhes da Operação Círio 2019

06/09/2019 14h08 - Atualizada em 01/10/2019 15h03
Por Laís Menezes (SEGUP)

Reunião ocorreu para alinhar a diretriz operacional que será posta em prática no Círio 2019.Representantes dos órgãos que compõem a segurança pública estadual, municipal, federal e da diretoria da Festa de Nazaré reuniram, na manhã desta sexta-feira (6), no plenário da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup-PA), para alinhar a diretriz operacional que será posta em prática no Círio 2019.

“Tratamos diversos pontos em relação à segurança de todas as procissões para definir o planejamento de cada uma delas. Falamos ainda sobre as estruturas utilizadas por cada instituição e debatemos pontos positivos e negativos de anos anteriores, para que sejam mantidos ou corrigidos nessa edição. O objetivo é garantir que todos os fiéis tenham o melhor momento para fazer a sua devoção à Nossa Senhora de Nazaré com segurança e tranquilidade”, explicou o secretário adjunto de operações, Rômulo Rodovalho.

A expectativa é que a diretriz operacional já fechada seja apresentada no início do mês de outubro. Um dos pontos que apresentou problemas nos últimos anos e deve ser corrigido é referente à fluidez, que deve melhorar durante todo o percurso do traslado da imagem peregrina para Ananindeua. Já o ponto positivo que será mantido em 2019 é o trabalho integrado das forças de segurança, contando com o Centro de Comando e Controle, lugar de onde todas as procissões serão acompanhadas em tempo real.

A expectativa é que a diretriz operacional já fechada seja apresentada no início do mês de outubro. No total, 50 câmeras já estão instaladas ao longo do percurso e entorno das vias onde passam as principais romarias, 15 a mais que no ano de 2018. O vídeo monitoramento será acompanhado do Centro de Comando e do Centro Integrado de Operações (Ciop) para que, em caso de necessidade, o agente de segurança mais próximo do local da ocorrência possa ser acionado e atue de forma célere.

Outra medida que será mantida são os postos de observação colocados por toda a extensão das procissões do Círio e Trasladação. Entretanto, neste ano, ao invés de um agente de segurança, cada posto deverá contar com um bombeiro e um policial militar para pronto atendimento naquela intermediação quando preciso.

Para a moto romaria, os promesseiros devem ficar atentos. A Av. Marechal Hermes será o único local permitido para adentrar na peregrinação. Nessa área serão montadas baias de fiscalização por onde todos os motociclistas irão passar e devem estar regulares, com documento do veículo e equipamentos de segurança para adentrar a romaria. A medida será tomada para evitar acidentes e crimes, já que no último ano foram apreendidas seis motos roubadas no momento da fiscalização.