Polícia Civil participa de operação nacional e internacional nesta quarta-feira (4)

04/09/2019 10h47 - Atualizada em 04/09/2019 10h52
Por Walrimar Santos (PC)

A Polícia Civil do Pará participou, nesta quarta-feira (4), da Operação "Luz na Infância 5", deflagrada simultaneamente em 14 estados brasileiros, no Distrito Federal e em seis países para combater os crimes de pornografia infanto-juvenil por meio da internet, além do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Em Belém, foram realizadas duas prisões em flagrante por pornografia infanto-juvenil. Os resultados serão divulgados em coletiva, às 11 horas, na Delegacia-Geral.

No Estado, a operação é resultado de investigação conjunta realizada pela Seção de Inteligência da DAV (Diretoria de Atendimento a Vulneráveis) e Laboratório de Inteligência Cibernética (Ciberlab), ambas unidades vinculadas ao Núcleo de Inteligência da Polícia Civil (NIP), com o apoio operacional de policiais civis da CORE (Coordenadoria de Recursos Especiais) e apoio técnico de peritos criminais do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”. 

A operação é resultado de uma força-tarefa coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSP), que envolve as Polícias Civis e Polícia Federal com um total de 656 policiais. No Pará, três mandados de busca e apreensão domiciliar estão sendo cumpridos em dois endereços em Belém e região metropolitana, desde as primeiras horas da manhã, quando as equipes saíram da sede da Delegacia-Geral em busca dos endereços dos investigados.