Setran executa obras da ponte sobre o rio Meruú, na PA-151

17/08/2019 12h03 - Atualizada em 18/08/2019 08h53
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

Estrutura vai facilitar o deslocamento entre a Região Metropolitana de Belém e a margem esquerda do rio TocantinsA Secretaria de Estado de Transportes (Setran) iniciou de fato, este mês, os serviços para construção da ponte sobre o rio Meruú no km 49 da rodovia PA-151, que terá 560,88 metros de extensão e está localizada no município de Igarapé-Miri, região do Baixo Tocantins.

A obra foi anunciada no final da gestão passada, mas não pôde ser iniciada por pendências judiciais, que envolviam a falta de licença ambiental e a conclusão do processo de desapropriação de parte da área onde a ponte será instalada.

A fase é de construção de 70 vigas pré-moldadas, que estão sendo confeccionadas em um canteiro afastado cerca de 10 quilômetros da ponte, como forma de agilizar os trabalhos, enquanto as pendências jurídicas estão sendo sanadas.

A Setran recebeu, em abril deste ano, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), as licenças ambientais para execução da obra. Já está aprovada também, pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), a indenização dos proprietários das áreas onde serão realizados os serviços de desvios e rampas, com previsão para início do pagamento ainda neste mês de agosto, bem como, o remanejamento das edificações que se encontram na área de trabalho. O processo de desapropriação envolve cerca de 70 imóveis.

A construção da ponte sobre o rio Meruú é uma antiga reivindicação dos moradores, para facilitar o deslocamento entre a Região Metropolitana de Belém e a margem esquerda do rio Tocantins, e os insumos advindos das produções dos municípios contemplados: Limoeiro do Ajuru, Cametá, Oeiras do Pará, Portel, Mocajuba Baião, e as vilas atendidas rodovia PA-151. O prazo de entrega é dezembro de 2020. 

Para garantir melhor trafegabilidade na estrada, a Setran deve realizar, ainda este mês, serviços de conservação na rodovia. Paralelamente, para a obra da ponte, a secretaria está desenvolvendo duas frentes de trabalho: o primeiro já está em fase de lançamento de licitação e o segundo, na etapa de elaboração de projeto.