Municípios recebem novos modelos de ambulâncias

16/08/2017 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O Governo do Pará repassou, para quatro municípios paraenses, novos modelos de ambulâncias de alta resolução. São as primeiras entregas feitas pelo Departamento de Administração da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). As ambulâncias trazem um novo design de transporte de saúde, capaz de transportar um paciente e mais quatro acompanhantes ou integrantes da equipe médica. Nesta quarta-feira, 16, o município de Jacundá recebeu o veículo, fruto de emenda parlamentar. Nos dias 24 e 31 de julho foram os municípios de Pacajá e Xinguara, respectivamente. Esse novo modelo também foi entregue, no final de julho, para a Santa Casa de Misericórdia pelo governador do Estado, Simão Jatene.

Orçado em R$ 145.500,00 mil cada, as ambulâncias de grande porte – que podem ser Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel – são um investimento total de R$ 582 mil reais. Só no primeiro semestre de 2017, o Governo entregou 33 ambulâncias tipo A, três ambulâncias tipo B, duas ambulanchas e quatro equipamentos da área de saúde. Um valor de mais de R$ 3 milhões, fruto de emendas parlamentares dos deputados estaduais e duas de emendas governamentais.

O prefeito de Jacundá, Ismael Gonçalves Barbosa, agradeceu ao Governo do Estado que, através da emenda parlamentar do deputado estadual Miro Sanova, pode destinar o veículo para melhoria na saúde de mais de 56 mil pessoas que vivem naquela região. “Nós temos muitas dificuldades, principalmente na área de transporte de pacientes, porque nós recorremos aos municípios de Tucuruí e Marabá, quando é preciso de um maior tempo de internação”, disse o gestor.

Longa distância - Com uma população estimada em 43 mil habitantes, o município de Xinguara está localizado em um trevo que liga o oeste e o norte do Estado. “É uma ambulância de grande valor, pois nós temos quatro distritos de longa distância, uma média de 100 km da nossa sede. Então esse transporte vai poder atender o nosso povo, levar nossos pacientes de Xinguara para o Hospital Regional em Redenção”, destaca o prefeito Osvaldinho Assunção. 

Para o deputado Miro Sanova, essa parceria entre os poderes Legislativo e Executivo é muito importante. “Nós do parlamento estamos atentos aos prefeitos que estão trabalhando em suas sedes e fazendo esse contato com quem está aqui na base para poder somar com o trabalho de ambos. Assim, o Executivo Estadual e o Executivo Municipal cumprem com os compromissos diante da sua população e todos saem ganhando”, destacou.

Sudoeste paraense - A malha viária de estradas vicinais é muito grande e Pacajá, que hoje tem 5 mil quilômetros de estradas, foi o primeiro município a receber esse novo modelo de ambulância. Segundo o prefeito da cidade, Francisco Rodrigues de Oliveiro, isso é um complicador muito maior quando se trata de locomoção para pessoas doentes. “A maior dificuldade é a remoção do paciente da sede do município para os hospitais regionais. Então, oferecer ao paciente mais conforto, mais dignidade é um dever nosso por conta dessa distância. E é isso que a partir de agora iremos oferecer ao nosso povo”, atestou.

A deputada Eliane Lima, autora da emenda parlamentar, também comemorou a entrega da ambulância. “Este é mais um equipamento de ótima qualidade que estamos entregando em parceria com o Governo do Estado, desta vez ao município de Pacajá, que vai auxiliar e muito no transporte de pacientes para o local de tratamento”, disse.

Características - As ambulâncias tipo B entregues são tipo furgão, com tração nas quatro rodas dianteiras ou traseiras, direção hidráulica, movida a óleo diesel, compartimento de carga a partir de 10,5 m³, porta lateral de correr com janela para ventilação forçada, duas portas laterais na parte dianteira e duas portas de abrir na parte traseira. Entre outros itens, contém armário na lateral esquerda superior, revestimento em piso de borracha antiderrapante com vedação, luminária de teto com acionamento na lateral direita do veículo, iluminação independente da cabina, sirene eletrônica, sinalizador óptico acústico, banco tipo baú com três lugares com cintos de segurança, colchonete em material lavável, suporte para cilindro de oxigênio, com cilindro de oxigênio portátil, suporte para soro/sangue; maca tubular articulada com rodas e cinto de segurança, além de corrimão de teto.