Governo do Pará prepara projeto de modernização do Mangueirão

29/05/2019 19h21 - Atualizada em 02/06/2019 20h04
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O Governo do Estado deve, em até três meses, apresentar um projeto de reforma e modernização completa para o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. Na tarde desta quarta-feira (29), Helder Barbalho recebeu, em seu gabinete, representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop), e dos clubes Remo e Paysandu. O objetivo foi discutir ideias que podem ajudar a construir esse planejamento.

O arquiteto representante da CBF, Danilo Carvalho, confirmou a vontade e o entusiasmo em criar novas e melhores possibilidades de uso do estádio, adequando-o, inclusive, a jogos da Seleção Brasileira e grandes eventos. "Há uma grande vontade de modernizar e estamos discutindo possibilidades de melhoria, vendo o que pode ser feito pela sua funcionalidade", relatou ele, que realizará vistoria no complexo esportivo em dois momentos: vazio e durante a partida entre Paysandu e Internacional (RS), na noite desta quarta (29), pela Copa do Brasil.

O secretário adjunto da Seel, Vitor Borges, confirmou as boas expectativas, principalmente, em relação à parceria com a Confederação. "Queremos fazer de acordo com o que é necessário, para receber jogos da Seleção Brasileira e outras programações", atestou.

No início do ano, o Mangueirão passou por reparos no lado A, após queda de parte do fundo de uma viga. Atualmente, o Estádio Olímpico do Pará, que tem capacidade para 35 mil pessoas, apresenta os quatro laudos de liberação necessários para que ocorram partidas no local, segundo legislação federal no Estatuto do Torcedor.