Notas


Sejudh e Sebrae debatem empoderamento de mulheres em situação de vulnerabilidade

07/04/2021 11h51
Por Gerlando Klinger (SEJUDH)

Uma reunião realizada nesta terça-feira (6), entre a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), discutiu o empoderamento financeiro de mulheres em situação de vulnerabilidade social, e a violência doméstica e medidas protetivas em diversas regiões do Pará, por meio do “Projeto Girândola”, promovido pela Sejudh.

A meta é viabilizar a inserção do público feminino no mercado de trabalho, por meio da participação em projetos de economia solidária. O Projeto Girândola atua em diversas cidades paraenses, como Ananindeua, Bragança, Castanhal, Marabá e Breves.

"O Sebrae, sendo uma instituição com relevante expertise no eixo empreendedor, vem desenvolvendo projetos que visam a transformação social, logo, corresponde as expectativas do Projeto Girândola, o qual almeja promover a autonomia financeira e emocional de 400 mulheres, inicialmente, contribuindo para o empoderamento e a reconstrução de sonhos de vida”, afirmou a titular da Coordenadoria de Integração de Políticas para as Mulheres (CIPM), Márcia Jorge.