O PARÁ DE VOLTA AO TRABALHO

Governo assegura obras de infraestrutura de transporte e logística

Foram pavimentados 134 quilômetros de novas rodovias no Pará

04/01/2021 13h09 - Atualizada em 06/01/2021 às 19h32

Governo construiu, reconstruiu, conserva e assegura a manutenção de rodovias, vicinais, pontes e segue com obras em todo o ParáO Governo do Pará investiu mais de R$ 958 milhões para construir, reconstruir, conservar e fazer manutenção de rodovias, vicinais e pontes em todo o estado. Foram aplicados 450 milhões em 2019 e R$ 506 milhões em 2020.

As obras mantiveram a trafegabilidade das vias de escoamento da produção e o direito de ir e vir do cidadão com segurança e rapidez.

Foram concluídos e pavimentados 134 quilômetros de novas rodovias no Pará, entregues com sistema de drenagem, sinalização de trânsito e com maior segurança aos motoristas e pedestres.

Para os quatro anos de governo estão previstas a construção e pavimentação de mais de mil quilômetros de rodovias.

O objetivo é aumentar em 16% o número de vias pavimentadas no Pará, que no início desta gestão não ultrapassava 48%.

Estão previstos para o próximo biênio cerca de R$ 2 bilhões para obras de infraestrutura de transportes e logística no Pará

De forma rotineira e preventiva, a Setran constrói, restaura, faz manutenção e conserva a malha rodoviária estadual.

A Setran garantiu, em tempo recorde, obras em três das quatro pontes da Alça Viária nos rios Guamá, Acará e Moju Secretário de Transportes, Adler Silveira diz que em dois anos de governo foi possível concluir a metade dos mil quilômetros de rodovias construídas e pavimentadas previstas para os quatro anos de gestão. Ele ressalta também os investimentos em portos e aeroportos no interior,

TREVO DO PETECA

A pavimentação na rodovia PA-483 aumentará em mais 3,5 centímetros a altura da pista e fará 16 quilômetros de acostamento.

A rodovia dá acesso ao Trevo do Peteca, por onde passam cerca de mil caminhões ao dia, que carregam ou descarregam no porto de Vila do Conde, em Barcarena.

PONTES

O governo investe no maior projeto de construção de novas pontes e substituição de pontes de madeira por concreto no Pará. A Setran garantiu recursos para construir 178 novas pontes, 76 das quais por meio de convênios com os municípios e outras 102 feitas pelo governo. Das 773 pontes na malha viária, 382 eram em madeira.

ALÇA VIÁRIA 

Já em 2019, foram feitas obras em três das quatro pontes da Alça Viária – nas dos rios Guamá, Acará e Moju, esta última com o vão central destruído por uma embarcação clandestina reconstruído em tempo recorde, agora com dois vãos de navegação amplos e dolfins de proteção, que impedem novos choques.

“CARNE DE SOL”

Com a Prefeitura de Abel Figueiredo, em 2020, foi concluída a construção e pavimentação da Vicinal Carne de Sol. Com prazo de 12 meses, a obra foi entregue em seis, com 8,5 km de extensão e maior segurança aos usuários, que utilizam a via para chegar ao vizinho Maranhão e como rota de escoamento da produção mineral e do agronegócio.

PRIORIDADES/2021

Entre os projetos prioritários estão a construção e pavimentação da Avenida Liberdade, na Região Metropolitana de Belém (RMB); da ponte sobre o rio Meruú, no Baixo Tocantins; e das rodovias Transcarajás e Transururá, estratégicas para o desenvolvimento das regiões do Carajás e do Xingu e Tapajós, e ainda duas grandes pontes na região do Capim.

LIBERDADE

Os 14 km da primeira etapa começam na avenida Perimetral, em Belém, até a Alça Viária, em Marituba. A segunda etapa sairá da Alça Viária até Santa Izabel do Pará, com mais de 40 km de extensão, alternativa paralela à BR-316.

MERUÚ

Com 88 metros de extensão e 10 metros de largura, a ponte eliminará o traslado por balsas e incrementará a produção local de açaí em Igarapé-Miri, maior produtor nacional.

TRANSCARAJÁS

A obra se inicia em Canaã dos Carajás, num trecho de 45 quilômetros até o quilômetro 70, encurtando o tempo de acesso aos municípios de Parauapebas, Xinguara e Sapucaia e à BR-155.

TRANSURUARÁ

Estratégica para a integração do Pará, o primeiro trecho em obras vai do entroncamento da BR-230, em Uruará, até a PA-370, próximo ao Rio Tutuí, em Santarém. O projeto inclui mais um trecho de 38 km a ser pavimentado e a construção de uma ponte em concreto, em Uruará. São 86,8 quilômetros de extensão, da BR-230 até a PA-370, que pela primeira vez serão pavimentados.

RIO CAPIM

Serão construídas duas pontes na região de integração do rio Capim, na PA 256. A primeira terá 280 metros, em aço e concreto, sobre o rio Alto Acará, entre o Acará e Tailândia, no nordeste paraense; e outra sobre o rio Alto Capim, no distrito de Canaã dos Carajás, na PA-256, em Ipixuna do Pará. Em concreto armado, a estrutura terá 560 metros de extensão e fará a ligação entre os municípios da região do rio Capim.

Vias sob jurisdição do Pará

130 PAs e 23 vicinais, com 7,7 mil quilômetros de extensão, mais de 52% estavam sem pavimentação.

Obras em andamento

348 quilômetros de obras de construção e pavimentação em 14 rodovias: PA-159, PA-140, PA-150, PA-252, PA-254, PA-287, PA-275, PA-407, PA-423, PA-427, PA-437, PA-439, Perna Leste e TransUruará.

Convênios

A Setran garantiu R$ 237 milhões aos municípios para infraestrutura de transportes, R$ 90 milhões em 2019 e R$ 147 milhões em 2020.