Pautas


Governo do Estado lança ações para ampliar conquistas do movimento negro no Pará

Por Iego Rocha (SECULT)
Abertura: 20/11/2021 19h00
Encerramento: 20/11/2021 22h00
Local: Theatro da Paz
Endereço: Rua da Paz, entre as avenidas Presidente Vargas e Assis de Vasconcelos
Contatos: Josie Soeiro: (91) 98865-0998

Para reforçar a compreensão e a importância do Dia da Consciência Negra, comemorado no próximo dia 20 de novembro, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), dará continuidade à extensa agenda de ações do Novembro da Consciência Negra. No sábado (20), a partir das 19 h, no Theatro da Paz, haverá apresentação gratuita do espetáculo Missa Cubana e o lançamento de ações que fortalecem a luta e as conquistas do movimento negro no Pará, que incluem a sanção do Estatuto da Igualdade Racial, o lançamento do Plano Estadual de Defesa dos Povos Tradicionais de Matriz Africana e do projeto Memorial da Consciência Negra, na Rua Treze de Maio, em Belém.

Alusivo ao dia da morte do líder Zumbi dos Palmares, o Dia da Consciência Negra será marcado pela solenidade, com a presença do governador Helder Barbalho, que oficializará importantes avanços nas áreas da legislação estadual, segurança pública, direito à terra, tradições e à preservação da história e da memória.

O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Francisco Melo (Chicão), a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, e o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Ualame Machado, também estarão presentes.

O espetáculo musical "Missa Cubana", de autoria do maestro José María Vitier, será regido pela maestrina Maria Antônia Jimenez, do coro Carlos Gomes. A história se passa no cenário de uma tradicional missa católica dedicada à Virgen de la Caridade del Cobre (Virgem da Caridade de Cobre), padroeira de Cuba, e mistura vozes líricas e populares, além de contar com a participação da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP).

Os ingressos gratuitos serão disponibilizados na bilheteria do Theatro duas horas antes do evento. O uso de máscara, bem como a apresentação do comprovante de vacinação ou exame PCR realizado até 72 horas antes do espetáculo, continuam sendo protocolos sanitários obrigatórios para acesso ao espaço.