Pará participa do maior evento sobre mercado atacadista do mundo

28/09/2015 17h16
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O Governo do Estado do Pará, através das Centrais de Abastecimento do Estado, esteve presente no 29ª Congresso Anual da União Mundial de Mercados Atacadistas (WUWM), em Campinas (SP). O evento, realizado de 23 a 26 de setembro, é o maior do ramo de mercado atacadista de produtos in natura do mundo.

Organizado pela Associação Brasileira de Centrais de Abastecimento (ABRACEN), em conjunto com a Ceasa Campinas, o 29º WUWM debateu os impactos globais das mudanças climáticas na produção agrícola e no abastecimento. Foi a segunda vez que o Brasil sediou a iniciativa internacional.

Dentro da programação do Congresso, o Pará coordenou a mesa técnica “Desenvolvimento de Sistemas de Informação e Comercialização de Frutas e Hortaliças em Âmbito Continental”, através da presidente da Ceasa/PA, Bianca Piedade. A discussão, que contou ainda com a exposição de Enid Cuellar (Honduras) e com o relator Newton Junior, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), abordou a geração de informações nos entrepostos públicos como importantes subsídios para políticas públicas e orientação ao conjunto de atores da cadeia alimentar.

Sobre a temática, Bianca afirma que o perfil dos consumidores mudou nas últimas duas décadas, o que foi estimulado pelo avanço tecnológico. “A internet e o processo de globalização possibilitaram um maior fluxo de informações pelo mundo todo, permitindo o acesso a dados relacionados a questões sanitárias. Então, complicações de saúde provocadas por alimentos inaptos ao consumo contribuíram para esse compartilhamento de informações pela busca de melhoria no setor produtivo e de abastecimento de produtos alimentícios, pois os produtores esperam vender e os consumidores querem produtos com qualidade”, explica a presidente da Ceasa/PA.

Ainda segundo a gestora, antes o consumidor associava a qualidade ao produto 100% natural, agora entende que pode haver intervenção humana, desde que se certifique que o consumo não lhe trará malefícios. “As Ceasas exercem um papel essencial de disseminação de informações de qualidade e necessárias para os países americanos aprimorarem um sistema integrado de informações, à medida que se intensifica o intercâmbio comercial”, finaliza Bianca Piedade.

Além da mesa técnica, o Pará também esteve presente com um stand no Congresso, no qual foi feita demonstração da cadeia produtiva do Açaí, informando valores nutricionais da fruta rica em proteína, fibra, lipídios e vitaminas C, B1 e B2. Cupuaçu, Tucumã, Buçu e Castanha do Pará também foram apresentados. O espaço teve apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

WUWM - A União Mundial de Mercados Atacadistas (WUWM) é uma associação sem fins lucrativos que envolve todos os campos e atividades relacionadas à promoção, desenvolvimento e intercâmbio de conhecimentos e informações sobre mercados de alimentos por atacado. A entidade reúne, atualmente, cerca de 200 membros em 45 países.

O Congresso teve mais de 400 participantes nacionais e estrangeiros. O evento gerou uma carta de intenções, que foi entregue aos representantes da WUWM. 

Além do Brasil, estiveram presentes delegações de 19 nações: África do Sul, Alemanha, Austrália, Bélgica, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, México, Itália, Polônia, Reino Unido, Sérvia, Turquia e Uruguai.