15º Servifest terá sua grande final nesta sexta

17/11/2017 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

Muito ritmo, harmonia e talentos reunidos. Esta foi a grande marca da noite na terceira e última etapa eliminatória da 15ª edição do Servifest – Festival de Música do Servidor Público, realizada na quinta-feira (16), na Estação Gasômetro, no Parque da Residência. A grande final será realizada nesta sexta-feira (17), no mesmo local, com a participação dos 12 classificados: quatro vencedores da etapa Baixo Amazonas e Sudoeste, quatro da Etapa Marajó e quatro da Etapa Metropolitana de Belém, Nordeste e Sudeste.

Os quatro classificados nesta etapa foram “Imagem Flutuante” de autoria de Clodoaldo Ferreira, servidor da Alepa, “Amor e Tambor”, de Samir Zaidan, servidor da Uepa, “A mesma Dor”, de Marcelo Sirotheau, servidor da Sesma/Belém e “O Malaco”, de Almino Henrique do Carmo, da Seduc/Belém, que conquistou o público e os jurados, levando o prêmio de R$ 4 mil. “Imagem Flutuante” ganhou também como melhor arranjo, conquistando o prêmio de R$ 1 mil e ainda como melhor intérprete, com Lúcio Mouzinho levando R$ 1mil.

A crítica construtiva à situação que o país vive caiu no gosto do público que foi prestigiar as apresentações do festival. O professor de Arte e Educação da Semec e Seduc falou sobre a composição vencedora. “Uma grande parcela dos políticos não fazem por merecer os seus cargos. A boa política é importante e deve ser exercida em seu pleno, o que não acontece atualmente. Este foi o mote da música”, explicou Almino do Carmo.

O show de Lucas Imbiriba fechou a noite com chave de ouro. O festival é uma ação realizada pelo Governo do Estado, por meio da Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), para dar visibilidade ao talento musical do funcionalismo público, e se caracteriza também como uma oportunidade de confraternização dos músicos imersos na rede estadual, além de compilar e registrar o potencial artístico de cada um.

A grande final acontece a partir das 21 horas. Na última etapa as 12 músicas finalistas concorrerão a R$ 15 mil para o primeiro lugar; R$ 12 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro lugar.

Premiação e classificação:

1º Lugar - Melhor Música – “O Malaco”, de autoria e interpretação de “Almino Henrique do Carmo. Premiação: troféu e R$ 4 mil.

Melhor Intérprete - Lúcio Mousinho, com a música “Imagem Flutuante”. Premiação: R$ 1 mil.

Melhor Arranjo – “Imagem Flutuante”, de autoria de Jacinto Kawage e Luiz Pardal. Premiação: R$ 1 mil.