Marajó recebe a primeira base integrada fluvial de segurança pública

22/06/2022 20h08 - Atualizada em 23/06/2022 09h36

Mais um investimento histórico para a segurança pública do Pará entregue nessa quarta-feira, 22, pelo Governo do estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), a primeira Base Integrada Fluvial “Antônio Lemos” que  beneficiará toda região do Marajó e ficará instalada no município de Breves, às margem direita do Rio Tajapuru, no distrito de Antônio Lemos.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) coordenará, de forma integrada, as ações desenvolvidas na base que contou com investimento de mais R$ 5 milhões de recursos do Tesouro Estadual. A estrutura  vai ampliar a fiscalização na malha fluvial do Pará, especialmente em uma área considerada estratégica para a segurança pública, por ser um corredor utilizado para o transporte de drogas, contrabando, pirataria e crimes ambientais.

O governador do Estado, Helder Barbalho, celebrou mais uma conquista e investimento inédito que compõe as estratégias da segurança pública. 

“A Base Fluvial é uma ferramenta estratégica para combater a criminalidade no Marajó e fortalecer a fiscalização com a presença permanente com estrutura adequada para os órgãos de segurança, tanto para proteção dos ribeirinhos, quanto no sentido de garantir a fiscalização e monitoramento do estreito dos rios onde se faz confluência de quem vem do Oeste do Pará, e dos estados do Amazonas e Amapá. A Base terá 20 profissionais em tempo permanente, entre servidores das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Segup, e ainda, teremos a oportunidade de trazer outros órgãos municipais e federais, que atuarão na fiscalização para garantir segurança, mas também para combater crimes ambientais e todas as incidências que ocorrerem nessa região. Além da base, teremos um heliponto para garantir que helicópteros estejam à disposição, sendo um braço importante de fiscalização, além de uma lancha blindada que poderá adentrar e percorrer os furos da região. Reforçamos hoje, que essa é a primeira base entregue, entretanto na próxima semana estaremos lançando a licitação para a construção de outras duas bases, em Óbidos e em Abaetetuba, para compor diversas frentes de ocupação do território paraense e de presença dos órgãos de segurança garantindo a Paz da população”, enfatizou Helder Barbalho. 

Para o Prefeito de Breves, Xarão Leão a Base contribuirá para o fortalecimento da segurança em combate à criminalidade na região. 

“A prefeitura de Breves também se fará presente nessa Base integrada com todas as ações de segurança e ajudando o estado no combate à criminalidade, em especial, a pirataria nessa região. Estaremos juntos contribuindo com serviços que chegarem ao Marajó que sofre pela sua logística, mas que conta com o olhar do governo do estado que nós da suporte sempre nos ajudando e atendendo nossos anseios para que possamos melhorar a vida da nossa população”, falou o prefeito de Breves. 

Presente também, durante a entrega da Base o prefeito da cidade de Portel, Paulo Ferreira ressaltou a importância da conquista para a região e o benefício a todas as cidades que compõem o Arquipélago do Marajó.

“Essa base de Antônio Lemos vai nos ajudar a diminuir a violência nessa região, em especial, no rio Tajapuru que estrategicamente está localizado em uma área utilizada pelo crime para ações de pirataria. A partir de agora teremos mais segurança e Controle na fiscalização desse rio. Parabenizamos o Governo do estado e a Secretaria de Segurança pelo trabalho e comprometimento com a região do Marajó”, disse o prefeito de Portel 

Integração- A integração entre as forças é o principal diferencial do projeto, que objetiva concentrar esforços de segurança pública e fiscalizações, a fim de monitorar e verificar as atividades desenvolvidas na área fluvial do Pará, em específico nas rotas de embarcações oriundas de todo o território paraense, e dos estados do Amapá e Amazonas.

“Esse é um sonho antigo de toda a população do Marajó, não apenas dos moradores de Breves, por estar localizada em um ponto estratégico que é o rio Tajapuru, pois ele recebe todas as  embarcações que chegam, tanto do Amazonas quanto da região Oeste do Pará e também do estado do Amapá, sendo um ponto de convergência de todas as embarcações que vão de Breves até a Capital. Desta forma é importante para a fiscalização e também para a Segurança Publica, sabemos que muitos crimes ocorrem nessa área onde a segurança publica não chegava a tempos atrás. Agora isso é suprido atendendo um anseio antigo da população. O Governo do Estado entrega não só segurança pública através dos seus órgãos de segurança, mais também fiscalização através da Secretaria de Fazenda e muitos outros órgãos que podem estar presente aqui na base, assim como órgãos federais e municipais, pois seu principal fundamento é a integração. Pra que possamos sempre prestar serviço a população, além de garantir segurança a todos. Trata-se de uma obra histórica, tendo em vista, que é uma necessidade antiga da população do Marajó e que impacta, certamente, toda essa região”, destacou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado. 

A Base Integrada Fluvial Antônio Lemos reunirá equipes dos órgãos de Segurança Pública do Estado, bem como, órgãos de fiscalização ambiental e alfandegários, tanto da esfera estadual quanto municipal. A base será utilizada para atendimento na região e contará com a presença de agentes das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu) e ainda servidores da Secretaria da Fazenda. 

Além de fortalecer a segurança na rota fluvial do estado, em especial da região, a base servirá também de apoio à população local que poderá contar com a presença da segurança pública do estado e realizar ainda serviços como a emissão da Carteira de Identidade (RG). 

Para  José Maria Miranda Gonçalves, 42, morador da margem do Rio Companhia, no distrito de Antônio Lemos, a presença da base na localidade irá trazer vários benefícios aos moradores da região. 

"É uma grande oportunidade e é bom para todos aqui das localidades porque tirar o documento num lugar mais próximo para gente que mora aqui mais distante de Breves. Esse trabalho que estão fazendo deve ajudar à todos os que moram e pra aqueles que viajam. A minha outra via eu tive que tirar em Breves e pra lá gastamos muito mais, com passagem e hospedagem. Assim fica mais próximo tirei apenas 15 minutos de barco. Era tudo muito difícil, muito precário. Começando pela segurança, agora acredito que vai trazer muitos outros benefícios e vantagens para todos. Tenho fé em Deus que vai melhorar. A gente trabalha com açaí, bate e vende por aqui e Breves e a segurança para nós que andamos com dinheiro é importantíssima."falou o ribeirinho. 

Estrutura - O porão da Base Fluvial abrigará dois geradores de energia, sistema de tratamento de esgoto sanitário, tanques de óleo diesel e espaço para armazenamento de carga. Já o convés principal conta com recepção, sala de atendimento, banheiros, celas temporárias (masculina e feminina), seis salas de escritório com capacidade para 23 pessoas e sala para reunião.
O convés superior é formado pela copa, refeitório, espaço de convivência, banheiros e dormitórios para 25 pessoas. No tijupá estão instalados os painéis fotovoltaicos, aparelhos flutuantes, condensadores, caixa d'água e mirante inferior e superior. Cada estrutura foi construída de forma adaptada para a realidade do local, podendo contar com infraestrutura terrestre de apoio.

Serviço - Os moradores do distrito de Antônio Lemos e arredores da região também poderão realizar a emissão da Carteira de  identidade (RG). Equipes da Polícia Civil iniciaram o atendimento nesta quarta-feira, 22, e segue até o próximo sábado, 25. O atendimento inicia às 8h  e termina às 14h. O serviço é gratuito para todas as vias.

Por Walena Lopes (SEGUP)