Belém celebra 406 anos de fundação com obras e serviços

Mercado do Ver-o-Peso foi ponto de encontro entre governador Helder Barbalho, prefeito Edmilson Rodrigues e demais autoridades. Foram entregues ainda 1.680 equipamentos para 240 batedores de açaí, incluindo máquina de branqueamento, mesa para peneiramento em aço inox e caixas plásticas

12/01/2022 13h09 - Atualizada em 12/01/2022 14h08

A manhã desta quarta-feira (12) foi de festa no Mercado do Ver-o-Peso em comemoração aos 406 anos da capital paraense. A cultura da capital foi exaltada com dança e música que embalam o cotidiano dos belemenses, com carimbó, brega e calypso, além do bolo simbólico para o público cantar os parabéns.

O governador Helder Barbalho participou da programação ao lado do prefeito Edmilson Rodrigues e autoridades municipais e estaduais. “Dia de festa da nossa capital, motivo de felicidade. Belém toda circula aqui no Ver-o-Peso todos os dias”, disse o governador antes de anunciar a agenda de entregas que se prolongam por todo o dia.

O prefeito Edmilson Rodrigues exaltou a conclusão da última etapa da Macrodrenagem do Tucunduba, como um marco histórico para a população e outras melhorias para a cidade. “Sabemos que Belém tem muitos motivos para festejar e também problemas a serem resolvidos. A vontade do povo é ver Belém socialmente mais justa e ambientalmente equilibrada”, afirmou o prefeito.

A atividade de artesanato teve um destaque no evento, com a entrega da Carteira Nacional do Artesão, serviço conduzido pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Renda (Seaster).

Ivanessa Santos Freitas trabalha com cerâmica em Icoaraci. “O documento garante uma vitória, pois com ele podemos ter direitos, participar dos eventos, sendo reconhecidos pelo nosso trabalho. A arte marajoara é milenar. Com o apoio do governo só temos ganhado”, comenta a profissional.

O Banco do Estado do Pará (Banpará) liberou recursos para feirantes e erveiras, por meio das linhas de crédito Banpará Comunidade e Empodera, respectivamente.

A nova presidente da instituição financeira, Ruth Méllo, destacou que o Banco faz parte do processo de desenvolvimento dos municípios, inclusive a capital. “É uma forma de auxiliar no crescimento e produtividade deles. Como banco estadual, não poderíamos ficar fora dessa comemoração. Fazemos parte dessa história e muito mais, vamos continuar auxiliando a economia”, afirmou a presidente.

Trabalhando como balanceiro na Pedra do Peixe, José Luís Silva de Lima, foi um dos beneficiados pela linha de crédito. “Compro o peixe e revendo com esse valor. Vou conseguir comprar na hora a minha mercadoria. Vou ter capital de giro para entrar mais renda e melhorias para minha família. Vai ajudar bastante”, avalia José.

Trabalho e renda

Durante o evento foram entregues ainda 1.680 equipamentos para 240 batedores de açaí, incluindo máquina de branqueamento, mesa para peneiramento em aço inox e caixas plásticas do tipo basqueta. O investimento foi realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

Para Rosete Serejo, empreendedora do bairro de Maracangalha, os equipamentos vão melhorar ainda mais a qualidade do produto dela. “Eu já tenho o selo da Prefeitura, mas fazia o processo de forma manual, desde catar os resíduos dos caroços até o branqueamento no fogo. Estou feliz com a conquista” afirmou.

A agenda incluiu assinatura de convênios de obras em feiras da cidade, além de benefícios do Programa "Sua Casa" e a cessão de uma lancha para a guarda municipal.

De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Ualame Machado, o veículo é um reforço para a segurança nos rios e ilhas da capital.

“Sabemos que Belém é rodeada por rios e além da orla, temos as ilhas do Combu e das Onças, por exemplo, a ausência de uma lancha dificulta a atuação e agora a guarda municipal poderá fazer melhor o guarnecimento do patrimônio do município”, pontuou.

Por Dayane Baía (SECOM)